Estudo encontra daninha pé-de-galinha resistente ao glifosato

Nos testes, planta resistiu a 25 aplicações do herbicida

06/10/2017 16:30:46

Atualizado:

15/10/2017 19:39:16

Harry Rose/CCommons

A resistência de plantas daninhas ao herbicida glifosato tem aumentado. Segundo um estudo da Faculdade de Agronomia da Universidade de Buenos Aires (Fauba), publicado na revista científica Plant, Cell & Enviroment, foi encontrado na Malásia um tipo de pé-de-galinha (Eleusine indica) resistente a mais de 25 aplicações de glifosato.

O motivo apontado foi o continuo uso da substância por décadas e em altas dosagens, ações que forçaram a praga a passar por mutações para desenvolver resistência ao agroquímico.

+ Mapa de Monitoramento: receba gratuitamente alertas de daninhas, pragas e doenças, como a ferrugem, na sua região

+ “Boas práticas são essenciais no controle de daninhas”, diz pesquisador. Assista

+ Webinar: pesquisador da Embrapa tira dúvidas sobre plantas daninhas

O pesquisador Martin Vila Aiub explica que, mesmo com a morte de plantas suscetíveis ao redor das unidades de plantas resistentes, a chance do tipo mutante se espalhar é alta. Ainda segundo ele, se o manejo correto não for adotado, outras substâncias eficientes serão afetadas.

A resistência ao glifosato pede outras soluções no mercado. A Syngenta tem o portfólio de combate a daninhas Lavoura Limpa, que tem produtos indicados para eliminar capins em geral, como o pé-de-galinha.

+ Daninhas resistentes ocupam 60% da área de soja no Brasil

+ Plantas daninhas causam grandes perdas na produção de grãos

VEJA MAIS

VÍDEOS

Há diversos temas essenciais à produtividade agrícola, entre eles o controle de pragas, doenças e daninhas, a eficiência de produtos e o tratamento de sementes industrial. A Syngenta preparou uma série de vídeos sobre variados assuntos e também ouviu pessoas que trabalham no campo e especialistas. Veja ao lado um conjunto desses vídeos. Boa navegação!