Manejo adequado de percevejos é aliado da produtividade da soja

13/07/2017 16:18:41

Atualizado:

29/08/2017 11:52:21


Os percevejos, quando não controlados de maneira adequada, podem atingir um potencial destrutivo entre 30% e 35% da produtividade da cultura da soja. As ninfas, como não voam e se alimentam sempre no mesmo local, são responsáveis por 70% desses danos.

A forma ideal de manejo dessas pragas sugadoras envolve uma série de estratégias agronômicas, como monitoramento constante, aplicação de defensivo no momento exato (com índice adequado de percevejos por metro linear), utilização de produtos com mais de um princípio ativo (com efeitos de choque e residual) e uso de inseticidas seguros para o meio ambiente e para os aplicadores.

A principal época de controle é entre os estágio R3 e R6, que é o período de enchimento de grãos, quando o inseto pode causar os maiores prejuízos.

Engeo Pleno controla todas as espécies de percevejos, incluindo ninfas e adultos. É o produto mais completo do mercado, devido aos ativos diferenciados. Possui efeitos de choque e residual, com eficácia muito superior aos concorrentes, principalmente no manejo das ninfas”, afirma Aimar Pedrini, gerente de produtos inseticidas da Syngenta.

LEIA MAIS

NOTÍCIAS

Vários temas são fundamentais para a manutenção da produtividade agrícola. Entre eles, o manejo de pragas, doenças e daninhas e a eficiência de produtos. O Portal Syngenta prepara, constantemente, conteúdos jornalísticos realizados a partir de fontes de informação como engenheiros agrônomos e produtores rurais. Veja ao lado uma seleção dessas reportagens. Boa navegação!