9 dicas para conseguir o melhor desempenho da semeadora

Cuidados básicos evitam que equipamento quebre no andamento da safra e ajudam a cumprir janela de plantio ideal

20/10/2017 17:57:42

Atualizado:

23/10/2017 16:05:01

Shutterstock

 

O plantio de uma safra é uma das fases mais estressantes de uma fazenda. O produtor depende de diversos fatores, internos e externos, para conseguir semear dentro da janela de plantio. Para que não haja imprevistos no meio do processo, é preciso estar atento a uma série de detalhes, como a manutenção da máquina semeadora, por exemplo.

+ Mapa de Monitoramento: receba gratuitamente alertas de daninhas, pragas e doenças, como a ferrugem, na sua região

+ Portal Syngenta ajuda a escolher a melhor semente de soja e milho

+ Sementes tratadas: uma forma eficaz para o controle de pragas

A quebra de um equipamento pode atrasar a semeadura da cultura, causar problemas de superpopulação e espaçamento incorreto, e criar ambientes propícios para desenvolvimento de pragas, doenças e daninhas. O professor da área de mecânica e máquinas agrícolas do Departamento de Engenharia de Biossistemas da Esalq/USP listou nove dicas para que o agricultor consiga extrair o melhor desempenho de sua máquina agrícola:

  1. Cuide da semeadora no fim do uso
    Logo após plantar sua cultura, lave e lubrifique o equipamento antes de guardá-lo no galpão, especialmente se for uma semeadora com adubadora. Os restos de fertilizantes causam muitos problemas de corrosão se não retirados corretamente. Outra parte importante é limpar bem para tirar esporos de doenças fúngicas, sementes de daninhas e ovos de pragas. Assim a máquina estará pronta para o uso na safra seguinte.
     
  2. Atenção aos discos dosadores
    Essas peças estão entre as que mais requerem manutenção entre uma safra e outra por serem uma parte sensível da máquina, mais fáceis de quebrar. Outro ponto é que eles variam de acordo com o tamanho da semente. Certifique-se de comprar os discos de acordo com a tecnologia adquirida. Discos de abertura vertical são mais tolerantes a variações de tamanhos de semente por permitirem melhor a passagem dos grãos.
     
  3. Lubrifique os discos
    Para que as sementes deslizem e sejam despejadas da melhor forma possível, não esqueça os lubrificantes. “Há diversas opções, mas os melhores são os sólidos, como grafite e talco”, explica Molin.
     
  4. Revise toda a parte de baixo da máquina
    A revisão total da máquina deve reservar cuidados especiais para a parte de baixo do equipamento, onde estão os sugadores. É nessa parte que o produtor pode checar se a semeadora está torta e se as linhas de plantio estão alinhadas. “O desalinhamento do plantio causa grandes prejuízos na safra por trazer dificuldades de colheita e manejo”, diz o especialista.
     
  5. Verifique a sobrecarga dos pneus
    Os pneus são os que mais “sofrem” durante o plantio. Com o peso da máquina e das sementes, facilmente há sobrecargas que desalinham a máquina e esses acessórios. “Em alguns casos o pneu chega a estourar, gerando ainda mais prejuízos ao produtor”, afirma Molin. A revisão dos pneus passa por vistorias para detectar rachaduras e deformidades. Depois, é preciso calibrá-los para dar prosseguimento ao plantio.
     
  6. Calibre os sensores
    Quem usa tecnologias da agricultura de precisão como monitores de plantio deve checar se os sensores colocados em cada linha estão detectando a passagem das sementes. “Reveja o monitor, linha a linha, na parte eletroeletrônica. Isso vai garantir que os dados gerados durante a semeadura estejam corretos”, diz o pesquisador.
     
  7. Graxa em tudo
    A lubrificação de peças móveis como rolamentos é essencial para evitar quebras na lavoura. “São muitos pontos de engraxe, e essa é uma critica do agricultor. Algumas máquinas já têm isso automatizado, mas são bem mais caras”, diz Molin. Portanto, engraxe todas as partes que precisam de maior lubrificação.
     
  8. Tenha peças de reposição
    Alguns componentes da máquina quebram com mais facilidade, como transmissores, discos dosadores de semente e sensores da agricultura de precisão. Tenha peças de reposição em estoque porque a operação de plantio é cheia de imprevistos e as máquinas podem deixar o agricultor na mão. “A operação é estressante, atropelada. É preciso estar munido de peças caso precise trocar. Isso dará agilidade à manutenção”, afirma Molin. Para montar um estoque, o ideal é padronizar as máquinas agrícolas para não precisar comprar uma variedade muito grande de itens.
     
  9. Manual de instruções
    Cada equipamento tem suas especificidades. Para entender como cada um deve ser manejado, tenha em mãos o manual de instruções. Siga à risca as orientações do fabricante.

VEJA MAIS

VÍDEOS

Há diversos temas essenciais à produtividade agrícola, entre eles o controle de pragas, doenças e daninhas, a eficiência de produtos e o tratamento de sementes industrial. A Syngenta preparou uma série de vídeos sobre variados assuntos e também ouviu pessoas que trabalham no campo e especialistas. Veja ao lado um conjunto desses vídeos. Boa navegação!