Descubra a receita de produtores para uma safra livre da ferrugem e outras doenças

A série Relatus de Produtividade mostra como o manejo consciente, que inclui a aplicação preventiva de fungicidas, tem sido essencial para bons resultados no campo

05/10/2018 17:22:12

Atualizado:

05/10/2018 18:04:13

 

Qualquer umidade é suficiente para a ferrugem se manter viva na entressafra, mesmo com o vazio sanitário. Com o período estabilizado de chuvas e início dos plantios, a ferrugem pode subir para as folhas superiores das guaxas, passar para as mais novas e se disseminar pela lavoura. O manejo consciente, para evitar infestações, inclui as aplicações preventivas. E esta tarefa o produtor Nelson Rafaelli, da Fazenda AgroCavalca, em Brasnorte (MT) colocou em prática para garantir uma safra longe de doenças.

Nelson cultiva soja há mais de trinta anos. O agricultor é um dos personagens da série Relatus de Produtividade, produzida pela Syngenta para incentivar o manejo consciente entre as boas práticas agrícolas. Ele revela nunca ter tido tanto sucesso no combate às doenças da soja como agora.

O agricultor alcançou a média de 68 sacas/ha, em uma área de 9 mil/ha com o uso das tecnologias da Syngenta. “No primeiro ano de plantio o resultado foi de 10 sacas acima na produção. Não obtivemos praticamente nenhum prejuízo com a ferrugem, muito por conta dessa aplicação no período preventivo”, diz ele. 

Veja o depoimento completo do produtor Nelson Rafaelli na série Relatus de Produtividade:

Caravana Elatus

Para levar ao produtor informações sobre o manejo consciente de doenças da soja a Syngenta promove, desde o final de agosto, a Caravana Elatus. Na ação, que ocorre junto a cooperativas e revendas, técnicos e distribuidores da companhia oferecem orientações sobre aplicações preventivas de fungicidas e a eficácia na combinação de multisítios e triazóis, entre outras boas práticas agrícolas, para o controle da ferrugem asiática e demais doenças da soja.

Antes de tudo, Elatus sempre. É com esse conceito preventivo que a companhia tem convencido produtores dos três estados da região sul a agirem com consciência e se prevenirem de infestações. “A ferrugem apresenta evolução e estratégias de controle que mudam a cada safra. Convencer o produtor e estar ao seu lado com as melhores orientações é marca do projeto”, diz Marcos  Kohlrausch, líder de marketing de campo da Syngenta.

Em apenas três semanas, mais de mil pessoas participaram da caravana, em mais de trinta eventos realizados no sul do país. A ação está prevista até o final de outubro nos três estados e depois segue para o Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Durante a Caravana, um espaço é montado pela Syngenta nos locais, para abrigar palestras rápidas e orientações. “Com esse auxílio e todo o suporte técnico e tecnológico conseguimos ajudar o agricultor a produzir mais e melhor e evitar problemas com as doenças fúngicas no campo”, completa Kohlrausch.

Veja também:

+Formulação para o controle da ferrugem da soja se destaca no grupo de melhor performance na safra 17/18

+Ferrugem, mancha-alvo e antracnose: como evitar perdas na produção

+Como proteger a lavoura de soja da ferrugem asiática

LEIA MAIS

NOTÍCIAS

Vários temas são fundamentais para a manutenção da produtividade agrícola. Entre eles, o manejo de pragas, doenças e daninhas e a eficiência de produtos. O Portal Syngenta prepara, constantemente, conteúdos jornalísticos realizados a partir de fontes de informação como engenheiros agrônomos e produtores rurais. Veja ao lado uma seleção dessas reportagens. Boa navegação!