IBGE estima safra recorde de grãos no Mato Grosso do Sul

Previsão do instituto é de produtividade de 17,89 mi toneladas em milho e soja

23/02/2018 10:10:48

Atualizado:

26/02/2018 15:08:25

 

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) calcula que este ano a safra de grãos do Mato Grosso do Sul chegue a 17.895 millhões de toneladas, sendo 9.150 mi referentes ao milho safrinha e 8.745 mi a soja.

Ainda de acordo com as previsões do IBGE, a área plantada com soja somou 2.650 mil hectares em 2018 e a previsão é de que o milho safrinha alcance 1.830 mil hectares. O estado deve registrar produtividade recorde em 2018, com 5 mil kg de milho safrinha por hectare colhido e 3,3 mil kg de soja por hectare, segundo dados do Portal MS. 

A região centro-oeste corresponde a 43,1% da produção nacional de grãos, segundo números do IBGE. A participação nacional de Mato Grosso do Sul é de 8,1%, com 4.605 mil hectares cultivados com grãos.O estado deve produzir 8,7 milhões de toneladas de soja, montante que deve ser exportado e também industrializado.

Produção de grãos-Levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para a safra 2017/2018 indicou que a produção de grãos no país deve chegar a 227,9 milhões de toneladas, com área total registrada de 61 milhões de hectares.

Em Mato Grosso do Sul, a Associação dos Produtores de Soja de MS (Aprosoja/MS), estima para 1ª safra de soja 2017/2018 uma área de 2,5 milhões de hectares e volume de grãos em 8,3 milhões de toneladas de produção total, com produtividade projetada na média de 54,0 sc/ha.

Leia mais:

+Produtor deve planejar e investir em tecnologia para milho safrinha

+Milho safrinha: área plantada deve recuar 12,4% no Centro-Sul

+Colheita do milho é iniciada com variações de produtividade no RS

LEIA MAIS

NOTÍCIAS

Vários temas são fundamentais para a manutenção da produtividade agrícola. Entre eles, o manejo de pragas, doenças e daninhas e a eficiência de produtos. O Portal Syngenta prepara, constantemente, conteúdos jornalísticos realizados a partir de fontes de informação como engenheiros agrônomos e produtores rurais. Veja ao lado uma seleção dessas reportagens. Boa navegação!