Milho safrinha: área plantada deve recuar 12,4% no Centro-Sul

Produção para 2018 deve ficar em torno de 54,9 milhões de toneladas, segundo AgRural

18/12/2017 17:59:35

Atualizado:

22/12/2017 10:45:48

A área plantada com milho safrinha em 2018 deve ter um recuo de 12,4% no Centro-Sul do Brasil, para 9,6 milhões de hectares - a mais baixa desde 2015, segundo a primeira estimativa da consultoria AgRural, concluída nesta semana. Isso representa uma queda de 1,356 milhão de hectares em relação à safrinha 2017. 

As maiores quedas de área são esperadas em Mato Grosso e Goiás. Os principais motivos são o atraso no plantio da soja, o que deixa a janela de plantio do milho mais curta e os preços pouco atraentes do cereal, que não estimulam os produtores a estenderem o plantio. Com base na linha de tendência de produtividade, a produção do Centro-Sul estimada para 2018 fica em 54,9 milhões de toneladas, contra 63,5 milhões na safrinha 2017.

Produção brasileira

Aplicando-se a linha de tendência de produtividade para essa área, a produção brasileira é calculada em 59,2 milhões de toneladas - 8 milhões abaixo da safrinha 2017. Com esse número preliminar, a produção total de milho do Brasil (verão e safrinha) chega a 84,1 milhões de toneladas, com queda anual de 13,5 milhões de toneladas.

A previsão é de estabilidade na área da região Norte/Nordeste, até que a Conab comece as estimativas para a safrinha 2018, em fevereiro. Combinando a área da AgRural para o Centro-Sul com a área da Conab para o Norte/Nordeste, a área plantada no Brasil fica, por ora, em 10,8 milhões de hectares, ante 12,1 milhões na safrinha passada.

Leia mais:

+Preços do milho devem melhorar em 2018, diz consultor

+Safrinha: agricultor do MS produz 8% a mais com híbrido de milho

+Milho: produtores do PR superam produtividade média com programa

LEIA MAIS

NOTÍCIAS

Vários temas são fundamentais para a manutenção da produtividade agrícola. Entre eles, o manejo de pragas, doenças e daninhas e a eficiência de produtos. O Portal Syngenta prepara, constantemente, conteúdos jornalísticos realizados a partir de fontes de informação como engenheiros agrônomos e produtores rurais. Veja ao lado uma seleção dessas reportagens. Boa navegação!