Pesquisadores visitam áreas do RS para verificar a eficiência dos fungicidas na soja

Além da discussão técnica, fitopatologistas puderam participar de uma das maiores feiras do país, a Expodireto

14/03/2018 17:28:23

Atualizado:

15/03/2018 16:19:57

 

Representantes do Consfit, Conselho Syngenta de Fitopatologia, estiveram em Passo Fundo-RS nos dias 5 e 6 de março visitando áreas de pesquisa de membros do próprio grupo com o objetivo de verificar a eficiência dos fungicidas na cultura da soja e discutir as melhores práticas para o manejo de doenças.

Formado há 18 anos com o apoio da Syngenta, o Consfit reúne pesquisadores de fitopatologia de instituições e universidades renomadas do Brasil, com o objetivo de discutir o manejo de doenças nas principais culturas do país.

Devido a sua representatividade, a cultura da soja sempre tem papel de destaque nas discussões. “O manejo de doenças na soja tem mudado muito nos últimos anos. O fungo da ferrugem, principal doença da cultura, tem mostrado grande habilidade de se adaptar e se tornar menos sensível a todos os grupos químicos de fungicidas existentes; nesse cenário O grupo Consfit têm grande importância direcionando os agricultores. A contribuição mais recente do grupo é o programa Manejo Consciente, construído em parceria com a Syngenta com o objetivo de orientar o agricultor sobre como manejar as doenças de maneira eficiente e ao mesmo tempo sustentável”, explica Ricardo Desjardins Antunes, Gerente de Desenvolvimento de Fungicidas da Syngenta.

Após as visitas aos campo de pesquisa os pesquisadores visitaram a Expodireto Cotrijal 2018, feira de agronegócio internacional que reuniu cerca de 250 mil pessoas na cidade de Não-Me-Toque, no Rio Grande do Sul. A Syngenta também participou com um estande na feira, oferecendo um ponto de encontro para agricultores de todo o Brasil trocarem informações e conhecerem as soluções existentes para evitar perdas e garantir produtividade.

Pesquisas e troca de experiências

O Consfit possibilita, além do compartilhamento de informações junto aos produtores, a troca de experiências entre os pesquisadores com foco no manejo de doenças da soja, em especial a ferrugem asiática. Veja a opinião de quem participa:

“Participo desde 2010 do Consfit e sou uma das últimas pesquisadoras que entrou no grupo. É uma oportunidade de aprendizado e discussões, que ajudam a garantir uma recomendação segura para o produtor. Nossa estratégia é a de combinação de produtos e posicionamento no momento correto, o que faz a diferença para o controle de doenças” -  Carolina Deuner, da Universidade de Passo Fundo (RS).

“É um momento único em que podemos ter contato com pesquisadores do Brasil inteiro, em busca de soluções dos problemas da cultura da soja. Participamos há 18 anos. Essa visita no sul, em especial, foi muito importante para conhecer todas as novas tecnologias para a cultura da soja no estado” - Edson Borges, Diretor Executivo da Fundação Chapadão (MS).

”A atuação do Consfit em pesquisas traz ganhos consideráveis para a agricultura brasileira em termos de tratamento de doenças. Nos reunimos durante o ano para divulgar e discutir as estratégias de controle de doenças na soja, principalmente a ferrugem asiática, em diversas regiões do Brasil. Essa troca permite evoluirmos ao longo do tempo em relação a estratégias de manejo de doenças” - Marcelo Canteri, da Universidade Estadual de Londrina (PR).

Leia mais:

+Como proteger a lavoura de soja da ferrugem asiática

+7 boas práticas agrícolas para controlar a ferrugem asiática

+Brasil já tem casos de ferrugem asiática na soja nesta safra

LEIA MAIS

NOTÍCIAS

Vários temas são fundamentais para a manutenção da produtividade agrícola. Entre eles, o manejo de pragas, doenças e daninhas e a eficiência de produtos. O Portal Syngenta prepara, constantemente, conteúdos jornalísticos realizados a partir de fontes de informação como engenheiros agrônomos e produtores rurais. Veja ao lado uma seleção dessas reportagens. Boa navegação!