Produção de trigo cai pela metade no Rio Grande do Sul em 2017

Cultura teve quedas de 10% na área cultivada, 47% na produtividade e 52% na produção, no estado, segundo o Emater

08/12/2017 15:53:26

Atualizado:

08/12/2017 17:52:36

 

A produção de trigo no Rio Grande do Sul caiu pela metade na safra 2017. É o que afirma o relatório de estimativa final de área, produção e produtividade das principais culturas de grãos de inverno, divulgado em 7 de dezembro pela Emater. O levantamento mostra quedas significativas na produção e produtividade, por causa do clima desfavorável neste ano.

O trigo teve quedas de 10% na área cultivada (699.725 ha), 47% na produtividade (1.727 kg/ha) e 52% na produção (1,2 milhões de toneladas). Já na cevada, mesmo com o aumento de 25% na área cultivada, a produtividade da cultura caiu 49% (1.827 kg/ha) e 37% na produção (101 mil toneladas). Os dados das lavouras foram coletados entre 16 e 30 de novembro.  Até junho de 2018, a Emater pode fazer alterações nos números.

Leia também:

+ Produtores de trigo conseguem superar média nacional com uso de tecnologia

Plantio de grãos de verão

Segundo a Emater, o plantio da área destinada ao arroz se encontra finalizado em todas as regiões produtoras. De maneira geral os produtores conseguiram concluir os trabalhos dentro do período recomendado, em que pese a chuva registrada acima da média durante outubro, período no qual a semeadura se mostra, historicamente, mais intensa.

No milho, o percentual de área plantada permaneceu inalterado em 98% nesta semana, tendo em vista a atenção voltada para a finalização do plantio da soja. Os restantes 2% deverão ser concluídos até meados de janeiro, quando se encerra o período preferencial nas regiões mais frias e nas áreas que serão repetidas com o cereal após a retirada das plantas para a produção de silagem. O plantio da safra 2017/2018 de soja alcança 81% dos 5,7 milhões de hectares projetados.

LEIA MAIS

NOTÍCIAS

Vários temas são fundamentais para a manutenção da produtividade agrícola. Entre eles, o manejo de pragas, doenças e daninhas e a eficiência de produtos. O Portal Syngenta prepara, constantemente, conteúdos jornalísticos realizados a partir de fontes de informação como engenheiros agrônomos e produtores rurais. Veja ao lado uma seleção dessas reportagens. Boa navegação!