Safra de soja deve ter recuo no Mato Grosso, segundo o IMEA

De acordo com relatório do instituto, previsão é de queda de 2,14% na produção ante a safra passada

02/01/2018 15:10:23

Atualizado:

02/01/2018 17:39:32

 

O IMEA (Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária) divulgou boletim prospectando os possíveis cenários para a cultura da soja no Estado. De acordo com o relatório, é esperada uma produção de 30,60 milhões de toneladas, com previsão de recuo de 2,14%, ou 670 mil toneladas, ante a safra passada.

É estimada ainda uma redução de 2,31% na produtividade, passando para 54,12 sacas por hectare, puxada, segundo o relatório, pelo atraso na chegada das chuvas, que retardaram o andamento inicial da semeadura. As condições climáticas durante o desenvolvimento das lavouras e na hora da colheita serão determinantes para a consolidação dos rendimentos no campo.

No mesmo movimento, aponta o IMEA, está a estimativa do custo total de produção, que tem perspectiva de redução de 5,26% para um total de R$ 3,4 mil por hectare, tendo impacto direto sobre o ponto de equilíbrio da safra, que apresentou recuo de R$ 2,31/sc ante a safra passada.

No cenário mundial, ainda há incertezas quanto ao direcionamento das cotações da soja, mas elas seguem oscilando em um viés de queda, que persiste ao longo de 2017. Os possíveis impactos do fenômeno La Niña na América Latina, principalmente sobre as lavouras argentinas e do sul do Brasil, porém, podem inverter o cenário apresentado neste ano.

Leia mais:

+Inseticida para mosca-branca evita perda de 8 scs/ha de soja

+Soja: chuvas causam alerta de ferrugem no Paraná

+Especialistas explicam como e quando iniciar o controle das doenças da soja 

LEIA MAIS

NOTÍCIAS

Vários temas são fundamentais para a manutenção da produtividade agrícola. Entre eles, o manejo de pragas, doenças e daninhas e a eficiência de produtos. O Portal Syngenta prepara, constantemente, conteúdos jornalísticos realizados a partir de fontes de informação como engenheiros agrônomos e produtores rurais. Veja ao lado uma seleção dessas reportagens. Boa navegação!