Semente mais resistente a pragas e doenças do tomateiro chega ao mercado

Com evolução da tecnologia, produtor passa a ter híbrido de tomate com a mesma qualidade, mas com resistência ampliada contra invasores na lavoura

14/09/2018 14:12:47

Atualizado:

14/09/2018 16:11:46

 

Produtores que buscam produzir um tomate de alta qualidade têm agora uma cultivar como aliada contra pragas e doenças que podem comprometer a produtividade. É a semente ParonNTY, que apresenta maior resistência a problemas do tomateiro, como o inseto tripes, que transmite o vírus causador da doença Vira-cabeça; a mosca-branca, praga transmissora do geminivirus; e também os nematoides, todos esses fatores que trazem sérios impactos na produtividade e na qualidade final dos frutos.

A transmissão do vírus do Vira-cabeça, feita pelo inseto tripes (Frankliniella schultzei) ocorre tanto na fase larval quanto adulta da praga e por isso é importante garantir a proteção desde o início, com uma semente de qualidade certificada e eficiente. Entre as consequências da doença está a perda da produtividade e qualidade das frutas.

Já o geminivirus é transmitido pela mosca-branca (Bemisia tabaci), que também é controlada com melhor eficiência com o uso da semente ParonNTY. O geminivirus causa sintomas severos em tomateiros, com plantas infectadas que deixam de crescer.  A mosca-branca, que é o seu transmissor, pode injetar toxinas que comprometem o amadurecimento e uniformidade dos frutos.

Outra característica da semente ParonNTY que traz vantagens ao produtor é a melhor proteção contra os nematoides, um parasita invisível a olho nu e que penetra nas raízes da planta, o que dificulta a absorção de água e nutrientes e impacta no vigor e tamanho do tomateiro.

Evolução com qualidade garantida

A semente ParonNTY é resultado do cruzamento de mesmas espécies do tomate e marca a evolução de uma tecnologia já oferecida pela Syngenta: a Paron set. “Mantivemos as vantagens que tornaram o híbrido reconhecido como referência no mercado e ampliamos o escudo de proteção contra pragas e doenças importantes. É um avanço. O produtor tem a mesma qualidade, só que agora conta com maior resistência”, explica Marcos Maggio, gerente de produtos da Syngenta.   

A semente pode ser plantada em qualquer época do ano e região. Além de mais eficaz contra pragas e doenças, ela é mais resistente a conservação e transporte. “Estamos falando de um fruto que muitas vezes é transportado no calor, por mais de dois mil quilômetros e que agora, com a ParonNTY, chega com qualidade superior na gôndola”, explica Maggio.

Leia também:

+Semente adequada oferece resistência à principal bactéria do repolho

+Dados do CEPEA mostram recuo no uso de sementes piratas de melancia

+Prevenção é o caminho para controlar requeima nos batatais

Melhor produto final

O consumidor final recebe, dessa forma, um tomate com melhor aparência, firmeza e formato, com coloração mais vermelha e sabor marcante, com benefícios para o produtor, o revendedor e o consumidor final”, diz Maggio.

Outras vantagens estão em um tomateiro com boa cobertura de folhas e boa sanidade, além de melhor calibre de frutos quando comparado ao Paronset. Para garantir essa tecnologia avançada ao produtor, a Syngenta promoveu mais de 150 ensaios em diferentes regiões do país e cinco anos de experimentos, antes de disponibilizar a semente para comercialização.

 

VEJA MAIS

VÍDEOS

Há diversos temas essenciais à produtividade agrícola, entre eles o controle de pragas, doenças e daninhas, a eficiência de produtos e o tratamento de sementes industrial. A Syngenta preparou uma série de vídeos sobre variados assuntos e também ouviu pessoas que trabalham no campo e especialistas. Veja ao lado um conjunto desses vídeos. Boa navegação!