Webinar: clima favorece safrinha, mas prazo para plantio está no fim

Chuvas regulares até a segunda quinzena de abril garantem boas condições para a cultura, diz meteorologista da Climatempo

26/02/2018 18:26:03

Atualizado:

26/02/2018 20:43:25

 

As condições climáticas nas próximas semanas irão favorecer o produtor que decidir apostar no milho safrinha, mas o produtor deve estar atento ao limite de prazo para plantar. A previsão é de chuvas até a segunda quinzena de abril, o que deve garantir o bom desenvolvimento da cultura. “Quem conseguir semear o milho até o dia 5, vai ter um mês com chuvas regulares. A partir daí é risco”, diz o meteorologista da Climatempo, Alexandre Nascimento.

Segundo o especialista, depois desta data, não há como garantir que o produtor tenha os 60 dias de chuvas necessários após a semeadura. Nascimento participou de um webinar sobre clima e agricultura, nesta segunda-feira (26), no Portal Syngenta. A entrevista foi mediada pelo gerente de milho na Syngenta, William Weber.

De acordo com o meteorologista, duas condições indicaram que o milho safrinha poderia ter problemas neste ano. Primeiro, a demora das chuvas em outubro do ano passado, o que atrasou o plantio da soja. E neste ano, como tem chovido muito, a colheita da soja também está mais difícil, o que estreita ainda mais a janela para o plantio do milho.

Segundo William Weber, além de ficar atento ao prazo para plantio, o produtor deve fazer escalonamento de sementes: iniciar com híbridos de ciclo mais precoce, depois usar os de ciclo super precoce e, por último, partir para uma tecnologia menor.

ASSISTA AO WEBINAR COMPLETO:

 

Leia também:

+ Produtor deve planejar e investir em tecnologia para milho safrinha

+ Novas variedades de milho são opções para safrinha

+ Produtores do PR colhem safrinha acima da média nacional

LEIA MAIS

NOTÍCIAS

Vários temas são fundamentais para a manutenção da produtividade agrícola. Entre eles, o manejo de pragas, doenças e daninhas e a eficiência de produtos. O Portal Syngenta prepara, constantemente, conteúdos jornalísticos realizados a partir de fontes de informação como engenheiros agrônomos e produtores rurais. Veja ao lado uma seleção dessas reportagens. Boa navegação!