Skip to main content

A florada do café enche a lavoura de beleza e renova o ciclo da cafeicultura

A intensidade da florada é um dos fatores que determina a produtividade, pois ela dá origem ao fruto e, consequentemente, ao grão

Publicado 11-11-2021 15:29:08

Linkedin Whatsapp
Florada do café

O café está presente diariamente na vida dos brasileiros, trazendo aroma à nossa memória afetiva. Não é à toa que o Brasil é líder mundial na produção e exportação do grão e ocupa o segundo lugar no consumo mundial da bebida.

De acordo com o terceiro levantamento divulgado recentemente pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), em 2021 a área em produção é estimada em 1,8 milhão de hectares, 4,4% menor que a safra anterior.

Na última safra (entre agosto e setembro, quando foi feito o levantamento), a colheita já estava praticamente concluída e a cultura sentiu os efeitos da bienalidade negativa em quase todas as regiões produtoras do país. O ciclo bienal é uma peculiaridade do cafeeiro, pois significa um ano de bastante produtividade com grande florada, seguido por outro ano com florada menos intensa.

Em 2021 , os cafeicultores enfrentaram os efeitos negativos de períodos de seca, geada, e, em algumas regiões, até granizo. Todas essas condições afetaram diversas regiões produtoras significativamente. Logo, para a safra que encerra, a Conab aponta que o Brasil deverá produzir aproximadamente 46,9 milhões de sacas de café beneficiado.

Isso mostra os inúmeros desafios que os produtores enfrentam no dia a dia do campo. Porém, após a tempestade, no caso da cafeicultura, a florada é sinal de renovação, que traz consigo uma beleza exuberante, aroma inigualável e a esperança de bons frutos.

O período da florada

Repleto de beleza e perfume, o período da florada é uma das etapas mais importantes do ciclo da cafeicultura, pois é o momento que definirá o potencial produtivo da lavoura. O volume e a uniformidade da florada são extremamente importantes para a produtividade, já que as flores dão origem ao fruto e, consequentemente, ao grão.

A época da florada exige diversos cuidados, porém, para chegar no período de exuberância, o produtor deve iniciar o processo previamente. A garantia de uma lavoura saudável e de uma colheita com grãos de qualidade excepcional depende de cuidados iniciados com bastante antecedência e intensa dedicação em cada momento do ciclo da cultura.

Para uma boa florada, o produtor deve recorrer a diversas práticas de manejo, protegendo a lavoura contra pragas, doenças e plantas daninhas, além de garantir a nutrição adequada e outros tratos culturais.

A florada do café geralmente ocorre entre os meses de setembro e outubro, sendo esse um período crítico, pois determina o potencial produtivo da lavoura. É possível dizer que, quanto mais flores, maior o número de frutos produzidos, aumentando a quantidade de grãos.

Assim, é fundamental manter a maior quantidade possível de flores sustentadas pela planta e também a uniformidade da florada, o que exige cuidado e conhecimentos diversos, como questões fisiológicas das plantas, condições de temperatura e ambiente, além de todo o cuidado fitossanitário.

A uniformidade da florada em plantas de sequeiro é alcançada com bom volume de chuvas após um período de estresse hídrico. Em lavouras irrigadas, o produtor, através do manejo da irrigação, consegue com maior facilidade obter a uniformização da florada.

Tudo isso mostra o tamanho da responsabilidade dos cafeicultores, que precisam cuidar de cada detalhe para que esse trabalho renda bons frutos, pois a cadeia do café é extremamente ampla, com mais de 100 milhões de pessoas em todo o mundo trabalhando para oferecer o melhor café aos consumidores diariamente.

O espetáculo da florada do café

Falar sobre produtividade é falar em cuidar de cada detalhe do plantio, em que o cafeicultor é o personagem principal e o condutor dessa história, com o objetivo de colher bons frutos no final de cada safra.

De acordo com a cafeicultora Simone Carneiro, a lavoura retribui o trabalho de cada produtor com uma paisagem repleta de flores: “É uma das épocas mais bonitas pra gente, que é a concretização do trabalho de um ano”. Após as interferências e estresses fisiológicos que o cafeeiro passou, “...o produtor vive de esperança e fé, pois a nossa empresa é a céu aberto.”, concluiu.

No dia 1º de outubro foi celebrado o Dia Internacional do Café, e a Syngenta sabe que produzir café é ter um compromisso com o mundo. Nessa caminhada, a esperança é o que move todos aqueles que fazem parte dessa cadeia produtiva, por isso, nada melhor do que a beleza da florada para renovar as esperanças no campo.


A Syngenta, além de fazer uma homenagem aos personagens fundamentais nessa caminhada, os cafeicultores, mostra também o espetáculo da florada de pertinho.

No vídeo a seguir, você vai conhecer mais sobre a maravilha da florada do café e as mãos de quem se dedica para que o cafezinho fresco chegue aí na sua mesa!

A Syngenta está ao lado do produtor rural em todos os momentos, com o objetivo de impulsionar o agronegócio brasileiro, proporcionando qualidade e inovações tecnológicas.

Acesse o portal da Syngenta para saber tudo sobre o que está acontecendo no campo!

Conteúdos Relacionados

Quer receber mais conteúdos como esses?

Inscreva-se e fique por dentro das novidades sobre produtividade.

Canais Syngenta