Skip to main content

Broca da cana: como combater a inimiga número 1 do canavial

Essa praga se alimenta dos internódios dos colmos e pode causar prejuízos de até R$ 5 bilhões a cada safra, se não for controlada de forma rápida e eficaz

Publicado 12-01-2021 21:19:32

Linkedin Whatsapp
Broca da cana: como combater a inimiga número 1 do canavial

Considerada a pior praga da cultura da cana-de-açúcar, a broca da cana (Diatraea saccharalis) é uma larva de mariposa que se alimenta dos internódios dos colmos e está presente em todo o território nacional, além de outros países do continente americano. Com ação devastadora para a lavoura, ela afeta a produtividade do canavial, comprometendo a qualidade da produção de açúcar e álcool.

Normalmente, a ação da broca da cana acontece no estádio larval, quando a cana está na fase do broto ou na etapa de perfilho. Seu surgimento é comum nos períodos mais quentes e chuvosos do ano, entre outubro e março. Sendo assim, esse é o momento exato para o canavicultor proteger sua lavoura contra essa praga, que ataca a cana e causa a morte das células na gema apical (responsáveis pela multiplicação e crescimento da planta), levando ao secamento das folhas.

broca-da-cana-como-combater-a-inimiga-numero-1-do-canavial

Entre as consequências da presença da broca da cana na lavoura estão:

  • comprometimento da fisiologia da planta, que passa a ter um enraizamento aéreo, ou seja, as raízes não ficam completamente debaixo da terra;
  • falhas na germinação e perda de peso;
  • presença de fungos, que ocasionam a podridão e comprometem a sanidade da planta;
  • seca dos ponteiros, conhecido como "coração morto";
  • tombamento da cana.

Dessa maneira, quanto antes for feito o controle, melhores e mais eficazes serão os resultados. Além da sanidade da lavoura, combater a broca da cana é essencial para se livrar de prejuízos, que podem chegar a R$ 5 bilhões a cada safra.

Como combater a broca da cana?

Rapidez na ação de combate e assertividade na escolha são duas características essenciais para controlar a broca da cana. Considerando que a ocorrência de 4 a 5 gerações anuais nas lavouras são relativamente comuns, a tomada de decisão na hora certa pode ser o divisor de águas entre sucesso ou fracasso.

Como se sabe, o ataque dessa praga acontece em sua fase larval. Contudo, existe um processo com começo, meio e fim, fruto de um ciclo que leva em média entre 58 a 90 dias.

Dessa forma, um produto que controle os mais variados estádios em que ela se encontra é a ferramenta ideal para o combate eficaz.

Apesar do pico de infestação da praga ocorrer na estação das águas, o manejo deve ser feito ao longo do ciclo inteiro da cultura. Somente dessa forma, será possível manter os índices de infestação em níveis baixos.

Nesse contexto, a prevenção e a contenção de ameaças à lavoura vão desde a escolha do produto até a periodicidade de sua aplicação, fatores que interferem diretamente no custo de produção e na rentabilidade do produtor.

Para combater a broca da cana, a Syngenta desenvolveu Ampligo, inseticida de contato e ingestão que oferece rápida velocidade de ação. Flexível, pode ser aplicado em diferentes momentos, proporcionando o controle eficaz e adequado aos variados ambientes produtivos para uma melhor gestão do custo operacional.

Além disso, não causa impacto significativo no número e na diversidade das populações de inimigos naturais da praga, sendo comprovadamente seletivo para a Cotesia (Cotesia flavipes).

Entenda por que Ampligo é a melhor ferramenta no controle da broca da cana

Com alta capacidade de controle da broca da cana, Ampligo promove a sinergia dos princípios ativos Lambda-cialotrina e Clorantraniliprole, oferecendo alta eficácia de controle.

O inseticida para broca da cana da Syngenta oferece, ainda, o melhor custo-benefício do mercado, reduzindo o custo de manejo de forma significativa para o setor.

Com sua combinação inteligente de dois diferentes modos de ação que promove o controle superior e seguro da broca da cana, Ampligo proporciona flexibilidade na aplicação, com performance consistente em diferentes situações de potencial produtivo (adequação à situação do talhão) e pressão de praga.

broca-da-cana-como-combater-a-inimiga-numero-1-do-canavial

Entre as vantagens de sua aplicabilidade, destacam-se:

  • controle superior: maior velocidade de ação e longo período de controle;
  • dois modos de ação: eficaz no manejo antirresistência;
  • seletividade: potencializa o manejo integrado.

broca-da-cana-como-combater-a-inimiga-numero-1-do-canavial

Em síntese, é possível proteger o canavial e fechar a porta para a broca da cana com o uso do Ampligo.

A Syngenta está conectada ao canavicultor dentro e fora do campo e possui um amplo portfólio com produtos desenvolvidos para proteger a cultura e aumentar a produtividade da cana-de-açúcar, com soluções integradas para atender às demandas da agricultura.

Quer receber mais conteúdos como esses?

Inscreva-se e fique por dentro das novidades sobre produtividade.

Canais Syngenta