Skip to main content

Como vestir e retirar os EPIs com segurança

Para garantir a segurança e a proteção dos trabalhadores é preciso seguir a ordem correta e as recomendações de uso dos equipamentos de proteção individual

Publicado 09-10-2020 11:41:41

Linkedin Whatsapp
Como vestir e retirar os EPIs com segurança

O uso dos equipamentos de proteção individual (EPI) pelos trabalhadores que manuseiam e aplicam defensivos agrícolas é obrigatório por lei e fundamental para garantir a sua segurança. Cada peça da vestimenta é essencial para proteger as vias de exposição, garantindo a segurança de nariz, boca, olhos e pele e evitando problemas de saúde em caso de inalação, ingestão ou contato com a pele desprotegida.

“Sabemos que os defensivos são produtos tóxicos, mas a gente consegue trabalhar com segurança desde que haja um compromisso em respeitar as recomendações de uso do produto, dos equipamentos de proteção individual e das medidas de higiene. Com isso, a gente consegue equilibrar a proteção do cultivo com a saúde do trabalhador”, afirma Verena Bosqueiro, técnica de segurança do trabalho da Syngenta.

Para proteger o trabalhador adequadamente, Verena explica que os equipamentos de proteção individual devem ser vestidos e retirados da forma correta e seguindo uma ordem determinada. Assim, evita-se o risco de contaminação em razão do contato com os agrotóxicos.

Planejamento
Antes de se vestir, a técnica de segurança da Syngenta conta que é muito importante que o trabalhador tenha um planejamento da atividade do dia. Para isso, ele precisa saber qual produto será usado, em qual cultura e como será feita a aplicação. Com essa informações, ele poderá separar todos os equipamentos necessários para a realização do trabalho e verificar se cada peça está em bom estado de conservação – sem rasgos ou costura danificada. Deve-se observar, ainda, se o conjunto está hidrorrepelente à névoa, se o equipamento que será utilizado para a aplicação não possui vazamento e se todos os dispositivos estão dentro do prazo de validade.

Além disso, os funcionários devem ficar atentos aos cuidados com a sua higiene pessoal. Os homens, devem manter a barba bem aparada para garantir uma boa vedação do respirador. Já as mulheres que têm cabelo comprido, devem mantê-los presos.

Ordem para vestir os equipamentos
Com o planejamento, a separação dos EPI que serão utilizados, o cuidado com a higiene pessoal e a verificação das boas condições dos equipamentos, é hora de vestir cada uma das peças. Nesse momento, é importante que o trabalhador respeite as seguintes ordem e recomendações:

1) Vista a calça e o jaleco, mantendo-o por fora da calça;
2) Calce as botas, que devem ficar sempre por dentro da calça;
3) Vista o avental. Para a preparação da calda, use-o na parte da frente do corpo. Durante a aplicação com pulverizador costal, utilize-o virado para as costas;
4) Coloque o respirador com filtro e ajuste bem as fitas para uma boa vedação. Uma dica para verificar se o respirador está bem fixo ao rosto é observar se a viseira começa a embaçar ao respirar. Se isso acontecer, é preciso ajustar melhor o grampo no nariz ou apertar mais as fivelas de ajuste;
5) Coloque a viseira facial e, em seguida, vista boné árabe de forma que ele feche toda a volta da viseira para que ela fique bem acomodada e não sobre nenhum espaço entre ela e o boné árabe;
6) Por fim, vista as luvas. Elas devem ser utilizadas por dentro da manga para aplicações abaixo da linha do ombro. Em aplicações em alvos mais altos, utilize as luvas por fora da manga, assim você evita que o produto escorra para dentro da roupa.

Ordem para a retirada dos EPI
A retirada dos EPI é a parte que exige mais atenção dos trabalhadores, pois os equipamentos podem estar contaminados com a névoa gerada pelo defensivo após a aplicação. Para evitar o risco de contaminação acidental, obedeça as recomendações abaixo:

1) Lave bem as luvas e, se possível, as botas, mas não as retire, continue com elas;
2) Tire o boné árabe e, em seguida, o protetor facial, mas mantenha o respirador;
3) Retire o avental;
4) Tire o jaleco de forma que ele não vire do avesso. Para isso, primeiro solte as mãos das mangas, curve as costas e passe o pescoço por dentro do jaleco;
5) Retire a bota e depois a calça, tomando cuidado para os pés e as pernas não entrarem em contato com a parte externa da roupa;
6) Lave as luvas novamente e retire o respirador;
7) Por fim, retire as luvas puxando-as pelos dedos para não virarem do avesso.

Após retirar todos os equipamentos, tome banho para garantir que nenhum resíduo do produto fique em contato com a sua pele.

Ao seguir adequadamente essas recomendações, os trabalhadores evitam o risco de se contaminarem pelo contato acidental com o produto.

NAO TEM SEGUNDO BANNER

Uso Correto e Seguro

Quer receber mais conteúdos como esses?

Inscreva-se e fique por dentro das novidades sobre produtividade.

Canais Syngenta