Skip to main content

Doenças da soja: alerta na lavoura

As condições climáticas em algumas regiões podem favorecer o aparecimento dos fungos de forma mais contundente, o que pode causar grandes prejuízos se o manejo não for feito de forma rápida e assertiva

Publicado 26-01-2021 17:00:53

Linkedin Whatsapp
Doenças da soja: alerta na lavoura

A safra 20/21 da soja já começou e a pergunta que não quer calar é: você está preparado para controlar as doenças em sua lavoura? A instabilidade climática fez com que o plantio se iniciasse com atraso em algumas regiões produtivas. Como os próximos meses são geralmente mais chuvosos, algumas lavouras podem sofrer com o alto risco de umidade, o que pode gerar replantio e queda na produtividade.

Além disso, com a planta mais fraca, aumenta o risco do aparecimento dos fungos, que são uma ameaça real e podem causar prejuízos consideráveis.

O momento é de alerta, já que as doenças fúngicas podem causar perdas de até 100% da lavoura caso o controle não seja realizado no tempo certo. O Manejo Consciente é umas das boas práticas agrícolas para evitar que o complexo de doenças da soja ataque a área durante o desenvolvimento das plantas.

Medidas como o vazio sanitário, o monitoramento constante da lavoura e o uso de um fungicida no momento do plantio são algumas ações eficazes para proteger as plantas dos danos causados pelos fungos.

Entre as principais ameaças que prejudicam o desenvolvimento da soja estão:

  • ferrugem-asiática (Phakopsora pachyrhizi);
  • crestamento foliar e mancha púrpura (Cercospora kikuchii)
  • mancha-parda (Septoria glycines);
  • mancha-alvo (Corynespora cassiicola);
  • oídio (Microsphaera diffusa).

Aplique, antes de tudo, Elatus sempre

Como a entrada de doenças pode acontecer logo no início do ciclo da cultura, é importante protegê-la desde o estádio vegetativo, e não somente nos períodos de floração e enchimento dos grãos.

Para prevenir a lavoura do complexo de doenças da soja, a Syngenta conta com Elatus, fungicida sistêmico preventivo que conta com dois modos de ação em sua formulação (Carboxamida e Estrobilurina), fornecendo a primeira dose do reprodutivo para a prevenção da lavoura.

Com performance superior em relação a outros produtos do mercado, Elatus se destaca por oferecer:

  • alta seletividade: controla as principais doenças sem causar fitotoxicidade e sem comprometer os inimigos naturais;
  • amplo espectro: uma única solução na proteção de várias doenças que acometem a lavoura;
  • melhor opção nas primeiras aplicações: protege preventivamente o potencial produtivo da planta.

Além disso, o uso de Elatus junto ao adjuvante Ochima potencializa ainda mais os resultados obtidos no campo. Confira os diferenciais desse adjuvante no momento de preparo da calda: 

_____________________________________________________________________________________________________________

Adjuvantes: potencializando a ação das tecnologias no campo

Os adjuvantes contribuem em diversos momentos durante a pulverização, seja facilitando o processo de emulsão do produto, melhorando a estabilidade da mistura, como também padronizando a formação das gotas pulverizadas. Essas melhorias na calda de pulverização aumentam as chances das gotas atingirem o alvo sem desperdício e, além disso, aumentam a eficácia na absorção dos produtos através das folhas.

Seu objetivo é elevar a performance no controle de doenças e pragas, facilitando a aplicação e, consequentemente, reduzindo os riscos de perdas.

Desenvolvido pela Syngenta, Ochima melhora a eficiência dos defensivos e é o adjuvante mais moderno do mercado, livre de óleo mineral, sem causar fitotoxidade à planta e com componentes biodegradáveis na formulação, se destacando dos produtos disponíveis no mercado.

A solução é uma nova tecnologia de baixa dose, alta eficácia e maior conveniência para o produtor, e deve ser adicionada à calda para potencializar a proteção da lavoura.

_____________________________________________________________________________________________________________

 

No manejo preventivo, a aplicação de Elatus + Cypress, o fungicida multipotente da Syngenta, proporciona uma proteção completa da lavoura logo no início do plantio. Os dois produtos juntos funcionam como uma assepsia, prevenindo e “limpando” os fungos antes mesmo da manifestação da doença.

Elatus ainda pode ser combinado, 14 dias após o uso com Cypress, com o fungicida multissítio de amplo espectro Bravonil, um excelente parceiro na segunda aplicação do reprodutivo.

O multissítio potencializa a proteção da lavoura durante todo o ciclo com sua tecnologia Bravo, oferecendo maior uniformidade de mistura e fluidez na aplicação, evitando danos ao maquinário e o entupimento dos bicos e protegendo a safra do ataque das doenças da soja.

Dessa forma, os patamares de controle do complexo de doenças são elevados, refletindo em alta produtividade, além de proporcionar a longevidade das moléculas.

Os cuidados com o campo devem ser colocados em prática durante todas as fases de desenvolvimento da cultura e o manejo preventivo faz parte dessas boas ações. A Syngenta conta com um portfólio completo de soluções que contribuem com o dia a dia do produtor na lavoura.

Syngenta e você: conectados dentro e fora do campo.

NAO TEM SEGUNDO BANNER

Banner do fungicida Elatus

Quer receber mais conteúdos como esses?

Inscreva-se e fique por dentro das novidades sobre produtividade.

Canais Syngenta