Skip to main content

Milho: como ter resultados imediatos no controle das lagartas?

A Spodoptera frugiperda é a espécie mais temida nas lavouras de milho e seus prejuízos podem se tornar irreversíveis se não houver um controle efetivo durante o ciclo da cultura. Quanto mais rápida for a ação do inseticida, menor perda de produtividade

Publicado 07-01-2021 17:26:16

Linkedin Whatsapp
Milho: como ter resultados imediatos no controle das lagartas?

Uma das principais culturas do agronegócio brasileiro, o milho está com boas perspectivas para a safra 20/21.

Com o fim da colheita da safra 19/20 e a previsão de um novo plantio para o milho safrinha entre fevereiro e março de 2021, é o momento do produtor pensar no manejo de pragas, reduzindo as possibilidades de prejuízos com o ataque.

Entre as ameaças que demandam atenção especial do agricultor estão as lagartas da espécie Spodoptera frugiperda, a mais preocupante em termos de danos às lavouras.

A inimiga da produtividade na lavoura de milho

A infestação de lagartas nas lavouras de milho pode comprometer até 50% da produtividade se não for controlada a tempo e a Spodoptera frugiperda é a praga a ser combatida no campo.

Por ter o hábito polífago, ou seja, por poder se alimentar de diversas culturas em todas as fases do ano, essa espécie é considerada de difícil controle. As condições climáticas também são favoráveis ao seu aumento populacional, pois são insetos que se proliferam em períodos com tempo quente e seco, atacando a cultura na fase mais sensível: a reprodutiva.

Entre as características dessa lagarta na lavoura estão:

  • o período larval dura, em média, 25 dias, e o período mais intenso de ataques é a partir do 11° dia, quando atinge a fase adulta e torna-se mariposa;
  • ataca a parte central da planta, o cartucho, penetrando no colmo, criando galerias e provocando o “coração morto”. Por isso é conhecida como “lagarta-do-cartucho”;
  • além dos prejuízos no cartucho do milho, tem como característica raspar e perfurar as folhas;
  • apresenta quatro pontuações pretas no final do abdômen que formam um quadrado um “Y” invertido na cabeça, o que auxilia na sua identificação na lavoura.

milho-como-ter-resultados-imediatos-no-controle-das-lagartas

O MIP (Manejo Integrado de Pragas) é um conjunto de boas práticas agrícolas que engloba o monitoramento periódico e o uso de um inseticida no manejo de controle às pragas do milho quando os níveis populacionais causam prejuízos financeiros aos produtores.

A escolha certa do inseticida é fundamental para controlar as lagartas do milho de forma rápida, ampliando as chances de uma produtividade satisfatória com bons resultados na comercialização do grão.

 

Contagem regressiva para a Spodoptera frugiperda

Independente do estádio no ciclo de desenvolvimento da lagarta-do-cartucho, quanto mais rápido o inseticida agir na lavoura, menores serão os danos. Por conta disso, a Syngenta, sempre atenta às necessidades do produtor no campo, desenvolveu Ampligo, o inseticida de contato e ingestão com a  tecnologia necessária para controlar o complexo de lagartas, resultando em uma área produtiva e saudável.

A combinação de dois princípios ativos, Lambda-cialotrina e Clorantraniliprole, age rapidamente após a aplicação, controlando o ataque das lagartas em poucos minutos. Além disso, Ampligo conta com outros benefícios, como:

  • eficiência: o inseticida é eficaz contra as principais lagartas, entre elas, a Spodoptera frugiperda;
  • proteção: a formulação age desde a eclosão dos ovos até o estádio adulto das lagartas, proporcionando efeito residual prolongado no controle das pragas;
  • aderência: é super-resistente à lavagem das chuvas, pois o inseticida incorpora-se à cutícula da planta, assegurando mais proteção;
  • custo-benefício: na dose de 150 ml/ha, Ampligo age rápido e por muito mais tempo no controle das lagartas do milho, proporcionando uma excelente relação de ganho para o produtor.

Para comprovar os resultados superiores de Ampligo em relação a outros produtos disponíveis no mercado, observe o gráfico abaixo com o estudo realizado pela Embrapa Agropecuária Oeste: 

milho-como-ter-resultados-imediatos-no-controle-das-lagartas

A solução da Syngenta obteve 100% de aproveitamento no controle da lagarta Spodoptera tanto na primeira como na segunda aplicação. Isso mostra que Ampligo é o inseticida para controle de lagartas no milho com a melhor relação custo-benefício.

Os últimos dados da Fundação MS comprovam que Ampligo, aplicado na dose de 150 ml/ha, proporciona alta eficácia de controle. Confira:

milho-como-ter-resultados-imediatos-no-controle-das-lagartas

Não espere sua produtividade ser afetada pelas lagartas, obtenha maior rentabilidade na safra com Ampligo aliado às boas práticas que mantêm a sanidade da lavoura. Além disso, a Syngenta conta com um portfólio completo de produtos que auxiliam o produtor em todas as fases do ciclo da cultura, contribuindo com um manejo consciente e que proporcione sempre bons resultados.

Syngenta e você: conectados dentro e fora do campo.

NAO TEM SEGUNDO BANNER

Quer receber mais conteúdos como esses?

Inscreva-se e fique por dentro das novidades sobre produtividade.

Canais Syngenta