Skip to main content

Por que a mancha-de-phoma pode ser seu pior inimigo?

O período pré e pós florada é extremamente importante para a cultura do café e o investimento em soluções de manejo preventivo de doenças é essencial para uma lavoura mais produtiva e com grãos de maior qualidade

Publicado 26-10-2020 20:49:18

Linkedin Whatsapp
Por que a mancha-de-phoma pode ser seu pior inimigo?

O Brasil é o maior produtor e exportador de café, cultura que tem grande relevância econômica para o país. Segundo relatório mensal de julho divulgado pela Cecafé (Conselho dos Exportadores de Café do Brasil) pelo portal da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), o volume físico de café arábica correspondeu a 78,4% das exportações nos primeiros sete meses de 2020; o conilon correspondeu a 11,2% e o café solúvel, 10,3%.

Para o produtor rural, a etapa da floração, que acontece entre os meses de setembro e outubro, é um dos períodos mais importantes para a produção do grão. É nesse momento que o cafeicultor mede o potencial produtivo da lavoura e define as ações preventivas de controle das doenças fúngicas, como a mancha-de-phoma  (Phoma tarda), muito comum nos períodos mais frios do ano e que causa danos graves na planta, na qualidade dos grãos e na rentabilidade da safra.

Mancha-de-phoma: por que ela é tão preocupante para a lavoura?

A mancha-de-phoma é mais comum em regiões de altitude elevada, acima de 900 metros, e seu desenvolvimento está ligado a condições climáticas favoráveis para sua propagação, como temperaturas amenas durante o dia, ventos frios e umidade. Geralmente o aparecimento do fungo acontece no período de inverno, se estendendo até o início da primavera, que coincide, também, com a florada da lavoura de café. 

Considerada uma doença fúngica de muita preocupação para o produtor rural por conta do seu grande potencial de perda produtiva tanto na safra corrente como na safra futura, a mancha-de-phoma pode gerar até 50% de perdas da produção.

 

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Controle efetivo da mancha-de-phoma

Florada do café exige atenção do produtor

 

Os principais danos causados na planta são:

  • Seca de ponteiros - a doença atinge inicialmente os primeiros pares de folhas e, conforme evolui, promove a seca do ramo inteiro, iniciando na ponta e seguindo até a base. O ramo fica com aspecto escuro, seco e perde todas as folhas, bem como seu potencial produtivo.
  • Mumificação do chumbinho - quando a doença ataca durante a fase inicial de frutificação, os chumbinhos podem ser dominados pelo fungo, tornando-se de coloração escura, ficando secos e inviáveis para formação do fruto, depreciando a produção.

Por isso, o controle preventivo da mancha-de-phoma com um fungicida sistêmico é essencial para a rentabilidade da lavoura.

Para auxiliar o cafeicultor a controlar as ameaças de sua lavoura e ter maior produtividade, a Syngenta conta em seu portfólio com Priori Top, fungicida para o controle da mancha-de-phoma e do complexo de doenças da florada do cafeeiro.

Florada protegida e mais produtiva

Priori Top atua principalmente como preventivo, mas também com ação curativa e antiesporulante na prevenção sistêmica da lavoura contra o ataque da mancha-de-phoma. O fungicida conta com uma formulação de dois poderosos princípios ativos que se distribuem na planta como um todo, gerando a proteção de ponta a ponta.

De acordo com Luiz Fernandes, que atua como Desenvolvimento Técnico de Mercado da Syngenta no Sul de Minas, a aplicação de Priori Top é indicada em dois momentos importantes do ciclo da lavoura: na pré-florada, período em que a planta ainda não está com as flores abertas, e a segunda aplicação em pós-florada, quando as flores já se abriram e começaram a secar e cair.

É uma proteção preventiva da lavoura contra a principal doença da florada do cafeeiro, a mancha-de-phoma, melhorando o pegamento floral e, consequentemente, mantendo o teto produtivo assegurado durante o período mais favorável para a evolução do patógeno”, explicou Fernandes.

por-que-a-mancha-de-phoma-pode-ser-seu-pior-inimigo

O fungicida da Syngenta oferece:

  • Amplo espectro: alta eficiência em phoma e no complexo de doenças;
  • Flexibilidade: pode ser usado em diferentes estádios da lavoura e
  • Potência: combina dois ingredientes ativos que potencializam o controle cm residual.

Priori Top faz parte do portfólio de soluções e tecnologias da Syngenta desenvolvidos para proporcionar boa produtividade e alta rentabilidade nas diferentes fases da lavoura.

Syngenta e você: conectados dentro e fora do campo.

 

NAO TEM SEGUNDO BANNER

Banner do fungicida Priori Top

Quer receber mais conteúdos como esses?

Inscreva-se e fique por dentro das novidades sobre produtividade.

Canais Syngenta