Skip to main content

Potência e consistência: conheça a nova era de fungicidas

Syngenta inova mais uma vez e anuncia o grande lançamento de dois novos fungicidas revolucionários para o complexo de doenças da soja

Publicado 19-03-2021 16:43:46

Linkedin Whatsapp
Potência e consistência: conheça a nova era de fungicidas

Os fungos são uma grande ameaça pois causam doenças que comprometem seriamente o desenvolvimento da soja, a produtividade e a rentabilidade da lavoura. Já foram identificados mais de 40 patógenos que atacam a cultura no Brasil e, por conta da expansão das lavouras no país, esse número continua aumentando.

Atualmente, cerca de 15 a 20% das reduções anuais de produção têm alguma doença como causa. A ferrugem asiática, por exemplo, já gerou cerca de R$ 150 bilhões em prejuízos nas áreas produtivas de soja de todo o país, desde que foi identificada no estado do Paraná, há quase 20 anos.

Sem a detecção rápida e o controle adequado, esses patógenos podem até mesmo acabar com toda a área plantada, trazendo inúmeros prejuízos ao produtor. Entre as doenças que preocupam o sojicultor no campo destacam-se:

  • ferrugem;
  • oídio;
  • mancha-alvo;
  • antracnose;
  • septoriose;
  • cercosporiose.

potencia-e-consistencia-conheca-a-nova-era-de-fungicidas

Para controlar essas ameaças, é essencial realizar o Manejo Consciente, incluindo a aplicação de fungicidas potentes e com consistência de controle. Os fungicidas são constituídos por um ou mais princípios ativos responsáveis pela ação do produto na planta. A grande preocupação é que, a cada safra, manejar o complexo de doenças da soja tem sido cada vez mais difícil por conta de:

  • diferentes cenários agronômicos que envolvem um maior número de variedades, níveis de sensibilidade varietal e diferentes épocas de plantio;
  • aplicações fora das recomendações, com produtos mal posicionados ou pouca adoção de multissítios;
  • baixa qualidade de aplicações, que culminam em um controle insatisfatório e reinfestação.
  • menor sensibilidade aos fungicidas devido ao surgimento de populações resistentes e poucos modos de ação disponíveis;

Chegou uma nova era de fungicidas para a soja

Atendendo às novas demandas do agronegócio para uma cultura da soja blindada contra as principais doenças, a Syngenta traz dois novos fungicidas revolucionários, que proporcionam um novo patamar de controle do complexo de doenças da soja.

A primeira solução inovadora é Mitrion™, que se destaca no manejo da ferrugem asiática (Phakopsora pachyrhizi) — principal ameaça do complexo de doenças da soja —, e as manchas, com destaque para a mancha-alvo (Corynespora cassiicola). O fungicida conta com os dois princípios ativos mais potentes do mercado, oferecendo o melhor efeito preventivo e curativo (início de infecção).

Enquanto o Protioconazol (triazol) penetra rapidamente na folha e protege seu interior, podendo alcançar infecções já estabelecidas no início da infecção, o Solatenol (carboxamida) fica fortemente preso às folhas da planta, impedindo que o fungo entre e garantindo maior efeito residual. Juntos, esses ativos entregam performance superior para todo o complexo de doenças devido à sua potência e versatilidade.

A formulação de Mitrion™ conta com a exclusiva Tecnologia Empowered Control, que potencializa a fixação e a absorção do produto na planta, atuando em três diferentes etapas da interação produto x planta: retenção, espalhamento e translocação. Com essa nova tecnologia o produtor encontra em uma única solução:

  • combinação inovadora — dois ativos de eficiência comprovada;
  • máxima potência — controle superior em manchas e ferrugem;
  • segurança melhor efeito preventivo e curativo;
  • conveniência — formulação moderna com a Tecnologia Empowered Control.

O segundo lançamento é Alade®, o único fungicida do mercado composto por três ativos de alta eficácia e seletividade que, juntos, maximizam o controle do complexo de doenças da soja, oferecendo um novo patamar de proteção:

  1. Solatenol: carboxamida moderna que possui alta capacidade de aderência e penetração nas folhas, proporcionando melhor efeito preventivo;
  2. Ciproconazol: triazol que se destaca pela alta mobilidade e eficácia em ferrugem.
  3. Difenoconazol: triazol que assegura um amplo espectro de ação contra os principais patógenos da soja, sendo um especialista no controle de manchas.

Ao tocar a folha, os triazóis rapidamente penetram na planta, fazendo com que seu interior se mantenha totalmente protegido. Logo após aderido ao mesófilo foliar, o Solatenol forma uma camada protetora, bloqueando a porta de entrada do fungo e protegendo a planta preventivamente.

O efeito sinérgico dos três ativos faz de Alade® um fungicida completo e o maior aliado do produtor para o controle de todo o complexo de doenças como antracnose (Colletotrichum truncatum), oídio (Erysiphe diffusa), cercosporiose (Cercospora kikuchii) e septoriose (Septoria glycines), além da ferrugem-asiática da soja.

Endossado pelos principais pesquisadores, o lançamento proporciona:

  • máxima proteção — melhor efeito preventivo;
  • dupla ação sistêmica — sinergia entre dois triazóis seletivos e de alta performance;
  • consistência — maior espectro de controle do mercado;
  • conveniência — formulação moderna com a Tecnologia Empowered Control.

Ciente dos desafios enfrentados no campo e de seu papel em contribuir para a segurança alimentar, a Syngenta visa apoiar o produtor rural nos diferentes momentos da lavoura. Por isso, conta com uma série de soluções, incluindo um portfólio completo para aumentar a produtividade e a rentabilidade da soja, auxiliando na produção mais eficiente e sustentável.

O lançamento dos novos fungicidas reforça a inovação e o protagonismo da empresa no mercado e mostra o compromisso em se manter conectada ao produtor dentro e fora de campo.

Quer receber mais conteúdos como esses?

Inscreva-se e fique por dentro das novidades sobre produtividade.

Canais Syngenta