Skip to main content

Pragas no hortifrúti? Acabe com elas de uma vez

As lagartas, a mosca-branca e os ácaros podem causar grandes prejuízos para as culturas e estão prontos para atacar as áreas desprotegidas, comprometendo a qualidade e a produtividade

Publicado 20-04-2021 16:04:35

Linkedin Whatsapp
lavoura de hortifrúti

O Brasil está entre os maiores produtores da hortifruticultura, ocupando a terceira posição no ranking mundial, atrás apenas da China e da Índia. Com um mercado bastante diversificado e segmentado. Nesse contexto, a ameaça de pragas é motivo de grande preocupação entre os produtores rurais, pois elas podem atacar desde as raízes até os frutos e folhas, afetando diretamente a qualidade do crescimento e o rendimento final.

Algumas culturas são muito suscetíveis às infestações por insetos ou ácaros, que podem causar perdas de 80% da produção, dependendo de fatores como região, condições climáticas e, claro, manejo e tratos culturais aplicados.

Conhecer as principais ameaças e entender como se dá o seu ataque é fundamental para que o controle seja eficiente, contribuindo com a sanidade da lavoura. Entre as principais ameaças nas culturas de hortifrúti, estão:

  • Mosca-branca (Bemisia tabaci): comum nas principais culturas de hortifrúti, essa praga se prolifera de uma maneira muito rápida. Ao atacar a planta, ela transmite o vírus TYLCV e, ao se alimentar das folhas, libera uma espécie de melaço que favorece o surgimento de fungos, podendo causar a fumagina, doença que bloqueia a fotossíntese, diminuindo o rendimento e o valor de mercado da cultura.
  • Ácaro-rajado (Tetranychus urticae): presente em diversas culturas, principalmente no tomate e no melão, os prejuízos causados por esse inseto ocorrem na superfície inferior das folhas, que ficam com a coloração amarelada, podendo ocorrer perfurações e até necrosar. Em casos mais graves, pode acontecer a desfolha precoce e, consequentemente, a redução na taxa de fotossíntese.
  • Mosca-minadora (Lyriomyza huidobrensis): essa espécie de mosca atinge as lavouras de batata e melão, e causa danos ao “minar” as folhas e os caules. Esse ataque expõe os frutos ao sol, provocando queimaduras neles e, consequentemente, prejudicando sua qualidade.
  • Traça-do-tomateiro (Tuta absoluta): muito comum nas lavouras de tomate, essa praga faz galerias nas folhas, ramos e gemas apicais, destruindo a brotação nova. Além disso, pode causar prejuízo em qualquer estádio de desenvolvimento da planta.
  • Broca-pequena-do-fruto (Neoleucinodes elegantalis): também presente nas lavouras de tomate, as larvas dessa espécie perfuram o fruto após a eclosão para se alimentar e deixam uma cicatriz na entrada dele, tornando-o suscetível à entrada de doenças.
  • Lagarta falsa-medideira (Chrysodeixis includens): sinal de perigo nas lavouras de batata e tomate, esse inseto destrói completamente as folhas, raspando e danificando até as hastes mais finas, deixando a planta mais fraca e quebradiça, além de favorecer a desfolha.

Hortifrúti: vá além do óbvio no controle

MIP (Manejo Integrado de Pragas) está entre as medidas eficazes para o controle de pragas nas culturas de hortifrúti. Essa estratégia considera todos os métodos de proteção disponíveis, integrando medidas que sejam adequadas para manter a dinâmica populacional da praga abaixo do nível de danos em relação à forma econômica e ambiental, além de ser ecologicamente viável.

Fazem parte dos pilares do MIP:

  • controle cultural;
  • controle químico;
  • controle genético;
  • controle biológico;
  • controle varietal;
  • controle comportamental.

Além do MIP, o uso de uma solução altamente eficiente é essencial para combater as pragas que ameaçam a lavoura. Nesse sentido, a Syngenta desenvolveu Minecto Pro, um inseticida foliar de amplo espectro multicultura, que oferece controle único para diversas pragas, tornando-se uma ferramenta valiosa pelo seu espectro de controle e no manejo antirresistência.

Um aliado do produtor nas culturas do hortifrúti, o inseticida da Syngenta conta com a sinergia de duas moléculas – a Ciantraniliprole e a Abamectina –, que, juntas, fazem com que o poder de ação de choque inibitório proporcione maior velocidade de ação.

Além disso, Minecto Pro oferece:

  • controle de múltiplas pragas em uma única solução, inclusive de adultos e ninfas em uma mesma aplicação;
  • ação translaminar, que permite melhor cobertura da planta e controle estendido dos alvos;
  • modo de ação diferenciado, sendo uma excelente ferramenta para a rotação quando se trata de pragas de difícil controle.

Minecto Pro faz parte do portfólio de produtos da Syngenta, que está conectada com a realidade do produtor, oferecendo o máximo em tecnologia para que possa obter sucesso em todas as fases da lavoura. Acesse o portal e conheça todas as novidades do portfólio completo.

Quer receber mais conteúdos como esses?

Inscreva-se e fique por dentro das novidades sobre produtividade.

Canais Syngenta