Skip to main content

Relançamento da marca de Sementes NK completa 1 ano

Confira os excelentes resultados do primeiro ano da marca NK e as expectativas para 2021

Publicado 22-01-2021 09:20:52

Linkedin Whatsapp
Relançamento da marca de Sementes NK completa 1 ano

A marca NK de sementes de soja e milho da Syngenta acaba de completar um ano de uma nova história. E, depois dos resultados, a decisão para sua retomada, que veio após uma pesquisa realizada junto a cerca de 400 agricultores de todo o país, mostrou que essa foi uma decisão muito acertada, mesmo depois de 10 anos fora do mercado.

O relançamento da marca foi muito bem planejado, exigindo um grande aporte de recursos e investimentos sendo utilizados para aperfeiçoar e expandir a rede de produção e suprimentos, assim como para garantir aporte constante em pesquisa e desenvolvimento. 

Além disso, para Tatiana Cunha, Gerente de branding da marca, a retomada da marca NK também se conecta à estratégia da Syngenta Seeds de se tornar a melhor empresa de sementes da América Latina até 2028. O primeiro ano da NK no mercado provou que isso é plenamente possível.

Os resultados de 2020 foram excelentes para a NK

Não foi preciso muito tempo para comprovar que o relançamento da marca NK foi uma estratégia acertada para a Syngenta, afinal, poucos meses após o relançamento da marca vieram os resultados positivos.

Segundo a Análise BIP (Business Intelligence Panel) realizada pela Spark, a NK apresentou o maior ganho de market share em milho safrinha, se destacando entre as três mais vendidas no Brasil. 

Para conquistar isso já em seu primeiro ano, a marca se preocupou em contratar um time exclusivo com cerca de 140 profissionais especializados em sementes, permitindo um relacionamento constante e qualitativo com produtores e parceiros das principais regiões produtoras brasileiras. 

Além disso, seguindo a premissa de entregar rentabilidade com genética e tecnologia aos produtores brasileiros, a marca NK foi além da genética de ponta e bom relacionamento, desenvolvendo, em setembro de 2020, um aplicativo gratuito, que contempla toda a cadeia de sementes, incluindo agricultores e canais de distribuição. 

“O objetivo do aplicativo é indicar ao produtor a melhor variedade de soja ou híbrido de milho de acordo com sua necessidade, tudo de forma ágil e simples”, complementa Tatiana.

A partir da seleção das características obtidas a campo, como região, data estimada de plantio e potencial produtivo da área, o aplicativo recomenda as sementes mais adaptadas para cada situação, trazendo o correto posicionamento e demais informações técnicas necessárias. 

A ferramenta também dispõe de diversas funcionalidades destinadas à comunicação direta com o produtor, com links para conteúdos e vídeos explicativos.

Sempre alinhada à agricultura sustentável da Syngenta

O relançamento da marca NK, bem como a oferta de novas ferramentas digitais, estão alinhados ao Plano de Agricultura Sustentável da Syngenta. O foco central deste plano é, dentre outros compromissos, auxiliar os produtores a enfrentarem os desafios das mudanças climáticas. 

Por meio deste Plano, a Syngenta também se compromete a investir US$ 2 bilhões em agricultura sustentável até 2025. Se compromete também a lançar duas tecnologias disruptivas a cada ano.

“Um grande exemplo de aplicação prática do Plano de Agricultura Sustentável é o nosso programa de aprimoramento genético para as sementes NK, que tem por objetivo entregar cada vez mais opções que contribuam para a sustentabilidade econômica e ambiental da produção”, destaca Tatiana Cunha. 

Segundo a Gerente de branding da marca, o investimento em pesquisa e inovação representa um compromisso constante da Syngenta que é o de estar ao lado do agricultor nas distintas fases da rotina agrícola.

A história de sucesso da marca NK continuará nos próximos anos

Assim que chegou ao mercado de sementes, a volta da marca NK apresentou o desenvolvimento de variedades de soja e híbridos baseadas em alto desempenho genético e produtivo, sem se esquecer da sustentabilidade. 

Os bons resultados refletem a estratégia da Syngenta de fortalecer o negócio de sementes na América Latina. A expectativa da empresa é investir mais de US$ 80 milhões até o final de 2021e desenvolver de 15 a 20 novos cultivares de soja e 10 híbridos de milho em cinco anos, contemplando todas as principais regiões produtoras do país.

“Em 2021, a marca NK lançará cinco híbridos de milho, cobrindo todo território brasileiro, para os mercados de grão e silagem, tanto no verão quanto na safrinha. Para soja, serão lançadas três cultivares, sendo duas delas específicas para o Mato Grosso, e uma para atender toda a região MATOPIBA”, completa Tatiana Cunha.
 

NAO TEM SEGUNDO BANNER

Quer receber mais conteúdos como esses?

Inscreva-se e fique por dentro das novidades sobre produtividade.

Canais Syngenta