Skip to main content

Soja: conheça a solução contra todas as Spodopteras

Novo inseticida da Syngenta eleva o patamar no manejo de todas as Spodopteras, além de outras espécies de lagartas e ácaros

Publicado 01-09-2021 17:47:31

Linkedin Whatsapp
Lagarta Spodoptera

As lagartas, com destaque para as do gênero Spodoptera, são responsáveis por causar altos índices de dano às lavouras de soja em diversas regiões, prejudicando a produtividade a cada safra. No Brasil, as variações e a diversidade do clima fazem com que o ataque dessas pragas seja muito significativo. O manejo, por sua vez, costuma ser complexo, pois as Spodopteras:

  • Apresentam muitas semelhanças, por isso, são facilmente confundidas, o que pode levar o produtor a utilizar um inseticida inadequado para o controle da espécie presente na lavoura;

  • São pouco suscetíveis às biotecnologias comumente utilizadas na soja, motivo pelo qual algumas lavouras apresentam enormes problemas decorrentes do crescimento populacional dessas pragas.

Pensando em simplificar a vida do produtor, a Syngenta desenvolveu INSTIVO™, o único lagarticida que controla todas as Spodopteras. A solução inovadora tem formulação de ponta, sendo decisiva no controle das lagartas e de outras pragas.

Principais pragas controladas por INSTIVO™

No geral, as lagartas são pragas desfolhadoras, o que compromete a fotossíntese das plantas, causando uma evolução irregular e insatisfatória da soja e, em casos mais graves, inviabilizando toda a produção.

A seguir, você vai conhecer as características das principais pragas que atacam a soja e que podem ser manejadas com uma única solução: INSTIVO™.

  • Lagarta-preta-da-soja (Spodoptera cosmioides)

Lagarta-preta-da-soja

Como o nome popular já diz, essas lagartas costumam ter coloração preta ou marrom e, quando bem desenvolvidas, podem chegar a 4 cm de comprimento. No dorso, apresentam listras amareladas que se prolongam até a cabeça, pontuações douradas ou brancas e triângulos pretos.

A Spodoptera cosmioides alimenta-se das vagens na fase reprodutiva da cultura, o que danifica os grãos e facilita a entrada de microrganismos. No início do ataque, realiza apenas uma raspagem na superfície das folhas, mas depois passa a devorar as vagens e os grãos.

  • Lagarta-das-folhas (Spodoptera eridania)

Lagarta-das-folhas

Inicialmente esverdeada, essa praga adquire coloração escura conforme se desenvolve, passando a apresentar faixas longitudinais amareladas no dorso. Uma das faixas laterais é interrompida por uma mancha escura no tórax.

O ataque da Spodoptera eridania é bastante semelhante ao da Spodoptera cosmiodes. A praga também apresenta capacidade de desfolha e pode se alimentar diretamente dos grãos no período reprodutivo da soja, inicialmente realizando uma raspagem das folhas, que evolui para uma destruição completa das vagens e dos grãos.

  • Lagarta-do-cartucho (Spodoptera frugiperda)

 

Lagarta-do-cartucho

A praga mede cerca de 5 cm de comprimento e pode ser de coloração marrom, esverdeada ou preta. Sua principal característica é um “Y” invertido no topo da cabeça. Também apresenta listras claras no dorso e quatro pontos pretos no final do abdômen, dispostos como os vértices de um quadrado. Na soja, ocorre com maior frequência próximo ao período de florescimento.

A Spodoptera frugiperda é uma praga esporádica na cultura da soja e se alimenta de folhas, brotações, hastes, vagens e grãos verdes. Na fase inicial, ataca a base do caule das plântulas. Diferente das espécies citadas anteriormente, essa lagarta apresenta hábito canibal.

Use INSTIVO™ e acabe também com essas pragas

  • Helicoverpa (Helicoverpa armigera)

Lagarta Helicoverpa armigera

A Helicoverpa apresenta coloração amarelo-palha ou verde, com listras de cor marrom na lateral do tórax, do abdômen e na cabeça. A espécie também conta com pelos brancos na parte frontal e, conforme se desenvolve, surgem protuberâncias escuras no primeiro segmento abdominal, com formato de sela.

A praga ataca as plantas nos estádios iniciais do desenvolvimento da soja, provocando desfolha e podendo se alimentar de brotos e cotilédones. Também é capaz de atacar as vagens e se alimentar de grãos na fase reprodutiva da soja.

  • Ácaro-vermelho (Tetranychus desertorum)

Ácaro-vermelho

Além do excelente controle de lagartas, INSTIVO™ também é uma ótima ferramenta no controle de ácaros, como o ácaro-vermelho, que é uma praga crescente em diversas regiões.

O ataque ocorre inicialmente nas folhas mais velhas, mas depois se espalha por toda a planta. Esses ácaros perfuram as células das folhas e se alimentam do líquido extravasado. Dessa forma, as folhas adquirem aspecto prateado, cloróticas e com manchas marrons, acarretando a desfolha e, consequentemente, a queda da produção.

  • Ácaro-rajado (Tetranychus urticae)

Ácaro-rajado

O ácaro-rajado mede cerca de 0,5 mm de comprimento, e as fêmeas apresentam duas manchas escuras no dorso. Elas formam colônias na face inferior das folhas, juntamente às teias produzidas pela praga.

O Tetranychus urticae se alimenta do líquido extravasado ao perfurar as células das folhas. No lado oposto ao do ataque, surgem manchas cloróticas que, com o passar do tempo, secam e prejudicam a fotossíntese, causando a queda das folhas. Além disso, as plantas não se desenvolvem bem e produzem menos grãos.

Manejo integrado: a solução mais eficiente

A forma como o manejo vem sendo realizado nos últimos anos – com inseticidas que não apresentam boa eficiência contra essas espécies – acaba mascarando o cenário sobre as lagartas e aumenta a exposição à praga.

Para um manejo mais sustentável e eficiente, é preciso que o agricultor siga os princípios do MIP (Manejo Integrado de Pragas). Essa prática integra diversas ferramentas e medidas que auxiliam na tomada de decisão, bem como a determinação da necessidade e do melhor momento para um controle efetivo.

Para isso, o acompanhamento presencial na lavoura é essencial para monitorar os níveis populacionais das pragas, a fim de adotar as melhores estratégias e ações para o manejo. Quando necessário, o produtor deve realizar o controle químico, uma importante ferramenta, recorrendo a produtos com ação rápida e amplo espectro – como INSTIVO™.

INSTIVO™: um novo patamar de controle de Spodopteras

Desenvolvido para resolver de uma vez por todas a infestação crescente de Spodopteras na soja, INSTIVO™ é composto pelos ativos Clorantraniliprole e Abamectina na formulação de Suspensão Concentrada (SC).

Os dois princípios ativos possuem diferentes modos de ação, que atuam de forma complementar no sistema muscular das lagartas para impedir rapidamente que a praga danifique a lavoura, além de contribuir para o manejo antirresistência na cultura.

O novo lagarticida da Syngenta conta com a Tecnologia OPT, que confere tamanho reduzido às partículas dos ingredientes, o que:

  • Proporciona maior estabilidade e homogeneidade à formulação;

  • Potencializa a distribuição e a penetração dos ativos;

  • Assegura a cobertura completa de folhas do baixeiro e do ponteiro.

Sua formulação exclusiva à base de água é isenta de solventes, reduzindo o risco de fitotoxicidade, fator que impacta a produtividade. Para um manejo mais sustentável, também minimiza o contato de insetos benéficos na superfície da folha.

INSTIVO™ promove uma rápida absorção por conta de sua ação translaminar, facilitada pelos componentes da formulação os quais aceleram a entrada dos ativos no interior da folha, em conjunto com o uso do adjuvante, formando um reservatório. Isso aumenta a concentração dos ativos na planta por um longo período, resultando na mais alta performance de controle.

Além de todos esses benefícios, INSTIVO™ é um produto flexível, pois pode ser aplicado em diferentes condições de clima, estádios da cultura e em mistura com fungicidas e herbicidas.

Confira o que dizem os especialistas sobre a formulação de INSTIVO™

Nas últimas duas safras, o inseticida INSTIVO™ tem figurado dentro dos produtos com as maiores eficiências de controle, sendo, dessa forma, importante ferramenta para o manejo.”

Dr. Germison Tomquelski, pesquisador Desafios Agro

 

O produto INSTIVO™ possui duas moléculas que oferecem sinergia para o controle de lagartas do gênero Spodoptera, sendo uma opção para o manejo de resistência dessa espécie.”

Dra. Lúcia Vivan, pesquisadora FMT

 

INSTIVO™ é uma ferramenta importante no manejo de pragas devido à excelente sinergia entre as duas moléculas, não somente no controle da Spodoptera como de outras espécies de lepidópteros-praga.”

Dr. Geraldo Papa, UNESP – Ilha Solteira

Syngenta: pesquisa e inovação para desenvolver as melhores soluções

A Syngenta é líder em pesquisa e inovação e trabalhou continuamente nas últimas safras para desenvolver INSTIVO™, fruto de um forte programa de ensaios de campo conduzidos nas mais diversas regiões do Brasil.

A empresa busca sempre facilitar a vida do produtor através de seu portfólio robusto com os melhores produtos para a soja, a fim de oferecer mais produtividade e rentabilidade às lavouras brasileiras.

NAO TEM SEGUNDO BANNER

Conteúdos Relacionados

Quer receber mais conteúdos como esses?

Inscreva-se e fique por dentro das novidades sobre produtividade.

Canais Syngenta