Skip to main content

Soja: é hora de prevenir a lavoura contra o complexo de doenças

O período reprodutivo se inicia e o manejo preventivo contra os fungos que podem atacar a cultura começa agora. Saiba como a escolha de fungicidas podem afetar diretamente a produtividade da sua lavoura

Publicado 26-01-2021 19:38:36

Linkedin Whatsapp
Soja: é hora de prevenir a lavoura contra o complexo de doenças

Quando o assunto é a soja brasileira, as expectativas de mercado são animadoras. Um levantamento da Conab (Companhia Nacional do Abastecimento) divulgado em janeiro apontou que a produção da safra 20/21 deverá alcançar 133,6 milhões de toneladas, representando um incremento de 7,1% em relação ao período anterior.

Mesmo com o atraso das chuvas no início da safra, os produtores conseguiram recuperar o ritmo do plantio, atingindo percentuais próximos dos registrados em 2019, quando a escassez hídrica não foi um problema para a cultura.

Com o encaminhamento do plantio e o desenvolvimento pleno das lavouras, está chegando o momento de proteger a soja de uma das grandes ameaças da produtividade: o complexo de doenças.

A primeira aplicação do fungicida preventivo na fase reprodutiva é feita geralmente 45 dias após a semeadura e exige uma tomada de decisão assertiva para que o os fungos sejam mantidos longe da lavoura.

Entre as doenças da soja que mais causam danos, estão:

  • ferrugem asiática (Phakopsora pachyrhizi);
  • crestamento foliar e mancha-púrpura (Cercospora kikuchii);
  • mancha-parda (Septoria glycines);
  • mancha-alvo (Corynespora cassiicola);
  • oídio (Microsphaera diffusa).

 

Matérias relacionadas

Soja: é hora de proteger o potencial produtivo e aumentar a lucratividade

Doenças da soja: proteção é sinônimo de mais produtividade

 

Por que o fungicida preventivo é tão importante no início do período reprodutivo?

As doenças da soja podem atacar a cultura já no estádio vegetativo. No entanto, é na fase reprodutiva que seus danos se tornam um grande problema para a lavoura.

Pensando no Manejo Consciente da soja, Elatus, da Syngenta, é o fungicida sistêmico indicado “antes de tudo”. O produto conta com dois poderosos princípios ativos (Carboxamida e Estrobilurina) que oferecem performance superior logo nas primeiras aplicações, protegendo o potencial produtivo da cultura, além da alta seletividade e do amplo espectro, no qual, com uma única aplicação, é eficaz contra várias doenças do complexo.

Quando se trata de manejo preventivo, Elatus pode ser combinado com outras tecnologias fungicidas. Confira:

  • Elatus + Cypress: ao ser combinado com o fungicida multipotente, da Syngenta, os resultados na proteção completa do campo acontecem no início da fase reprodutiva. O efeito dessas duas soluções juntas funciona como uma assepsia para as plantas, pois protege a lavoura antes mesmo da manifestação das doenças.
  • Elatus + Bravonil: a tecnologia Bravo do fungicida multissítio oferece uniformidade de mistura e fluidez na aplicação, evitando que os bicos entupam e potencializando a proteção da lavoura contra o complexo de doenças da soja.

soja-e-hora-de-prevenir-a-lavoura-contra-o-complexo-de-doencas

Além disso, Elatus junto com o adjuvante Ochima, proporciona resultados ainda mais satisfatórios para a produtividade. Acompanhe a seguir qual a função desse produto.

_____________________________________________________________________________________________________________

Adjuvantes: potencializando a ação das tecnologias no campo

Os adjuvantes contribuem em diversos momentos durante a pulverização, seja facilitando o processo de emulsão do produto, melhorando a estabilidade da mistura, seja padronizando a formação das gotas pulverizadas. Essas melhorias na calda de pulverização aumentam as chances das gotas atingirem o alvo sem desperdício e, além disso, aumentam a eficácia na absorção dos produtos através das folhas.

Seu objetivo é elevar a performance no controle de doenças, facilitando a aplicação e, consequentemente, reduzindo os riscos de perdas.

Desenvolvido pela Syngenta, Ochima melhora a eficiência dos defensivos e é o adjuvante mais moderno do mercado, livre de óleo mineral, sem causar fitotoxidade à planta e com componentes biodegradáveis na formulação, destacando-se dos produtos disponíveis no mercado.

A solução é uma nova tecnologia de baixa dose, alta eficácia e maior conveniência para o produtor, e deve ser adicionada à calda para potencializar a proteção da lavoura.

_____________________________________________________________________________________________________________

 

Na hora de proteger a lavoura e aumentar a produtividade, não tenha dúvidas: conte com o portfólio de produtos da Syngenta, que auxilia o produtor a enfrentar os desafios do dia a dia no campo.

Syngenta e você: conectados dentro e fora do campo.

NAO TEM SEGUNDO BANNER

Quer receber mais conteúdos como esses?

Inscreva-se e fique por dentro das novidades sobre produtividade.

Canais Syngenta