Skip to main content

Syngenta inova com Projeto Big Bag sementes de milho NK

A embalagem, que equivale a 50 sacos tradicionais, proporciona melhor experiência de logística, agiliza o processo de plantio e aumenta a produtividade do agricultor

Publicado 23-06-2020 18:47:37

Linkedin Whatsapp
Syngenta inova com Projeto Big Bag sementes de milho NK

A competitividade do agronegócio depende da agilidade e eficiência na logística. Para aperfeiçoar esse processo, tanto os produtores rurais como as empresas do segmento buscam tecnologias e estratégias mais apuradas, que visam a integração das ações, a redução de custos, a agilidade na produção e o aumento da produtividade. Com esse objetivo, a Syngenta — que é líder em desenvolvimento de tecnologias para o mercado agrícola no mundo —, inovou mais uma vez e está lançando no mercado o Projeto Big Bag sementes de milho NK.

A nova embalagem — que equivale a 50 sacos tradicionais — foi desenvolvida em 2019 e implementada em primeira mão em Dourados, no Mato Grosso do Sul: “Fizemos um piloto nessa região com 13 mil sacos e obtivemos excelente feedback, tanto dos canais de distribuição como dos produtores. Entre os benefícios destacados por eles, estão: a diminuição do número de embalagens movimentadas durante o plantio; a redução do custo operacional; menor atividade dos operadores, trazendo uma flexibilidade da movimentação dos recipientes; redução de mão de obra dentro da fazenda; comodidade para armazenamento; diminuição do desperdício nas sacarias; agilidade de tempo; e alta performance e assertividade no plano de plantio”, explica Karime Nahass, gerente de Milho NK.

Parceria com o produtor

Segundo Fernando de Paula Adorno — gerente de Estratégia de Produção e Suporte a Operações da Syngenta — o Big Bag foi idealizado devido à necessidade do produtor rural que busca a melhoria contínua no processo operacional: “Como possuímos um relacionamento próximo com nossos clientes, estamos abertos a ouvir e entender suas necessidades, pois com essa parceria podemos facilitar cada vez mais a vida deles no campo e gerar ainda mais resultados”.

“A inovação em embalagem trouxe para a Syngenta algumas vantagens competitivas (por causa da agilidade no processo de ensaque), ganhos na capacidade de produção, devido ao movimento mecanizado, beneficiando também os produtores com a facilidade no carregamento e descarregamento nas propriedades rurais, evitando o esforço manual”, detalha Adorno.

Tendência de mercado

Para Marcia Silva — especialista de Supply Planning — o Big Bag está alinhado com as novas tendências do mercado e leva aos clientes a mais alta performance e qualidade em suas operações logísticas: “O projeto foi um desafio encarado por uma equipe multidisciplinar, que não poupou esforços na implantação de todo o sistema, processo e demais ações evolvidas, possibilitando a entrega dos primeiros lotes produzidos”.

Devido ao sucesso do Projeto Big Bag sementes de milho NK, a Syngenta aprovou neste ano um investimento maior para a unidade de Formosa e já estuda outro para a planta de Ituiutaba — ambas em Minas Gerais —, com foco na ampliação da capacidade de ensaque nesse tipo de embalagem. “Já estamos em plena expansão no volume de comercialização da nova embalagem, com previsão para 80 mil unidades até o fim de 2021”, explica Marcia Silva.

“Com mais esta inovação, a Syngenta — que está sempre preocupada em entender a necessidade dos agricultores e colocá-los no centro das suas decisões —, deu mais um passo de sucesso no objetivo de aumentar a prosperidade dos agricultores, fazendo, desta forma, ainda mais história no desenvolvimento de tecnologias e soluções na área em que atua. Tenho certeza de que ações como essa nos colocaram no caminho certo para nos tornarmos a maior e melhor empresa de sementes da América Latina”, finaliza Karime Nahass.

 

NAO TEM SEGUNDO BANNER

Quer receber mais conteúdos como esses?

Inscreva-se e fique por dentro das novidades sobre produtividade.

Canais Syngenta