Skip to main content

Tomate: preços declinaram em novembro

Com a intensificação da colheita, a oferta de tomates aumentou, porém os preços caíram

Publicado 03-12-2021 11:54:24

Linkedin Whatsapp
Tomate

Produzido em mais de 100 países, inclusive no Brasil, o mercado nacional de tomate é bastante oscilatório em razão da oferta e da demanda do fruto, tanto para o in natura quanto para aquele com finalidade industrial.

Na última quinzena de novembro, foi divulgado, pelo portal HF Brasil, como estão os preços do tomate no mercado nacional. Indicadores apontaram que, entre os dias 16 e 19 de novembro, os valores médios do tomate salada longa vida 3A ficaram em R$ 57,78 (-34,19%) na Ceagesp, em R$ 78,57 (-20,37%) em Campinas/SP, em R$ 75,83 (-13,73%) no Rio de Janeiro/RJ e em R$ 67,50 (-26,46%) em Belo Horizonte/MG.

Como já era esperado, no final do mês os preços continuaram decrescendo devido ao aumento de oferta de tomates no mercado, por conta da intensificação da colheita de algumas praças da segunda parte da safra de inverno e de verão.

Além disso, o feriado do dia 15 também atrapalhou o mercado. Atacadistas comentaram, ainda, que a qualidade não está tão boa, havendo muitos frutos de baixo calibre. A estimativa é que a oferta aumente novamente com a intensificação da colheita de verão.

A Syngenta está ao lado do produtor rural em todos os momentos, com o objetivo de impulsionar o agronegócio brasileiro com qualidade e inovações tecnológicas.

Acesse o portal da Syngenta e acompanhe os artigos de Mais Agro para saber tudo o que está acontecendo no campo!

Fonte: HF Brasil

Conteúdos Relacionados

Quer receber mais conteúdos como esses?

Inscreva-se e fique por dentro das novidades sobre produtividade.

Canais Syngenta