Skip to main content

Tratamento de sementes: diga adeus às pragas do milho

Ferramenta proporciona a proteção do ataque de lagartas e outras pragas desde o estádio inicial da lavoura

Publicado 19-06-2020 17:28:53

Linkedin Whatsapp
Tratamento de sementes: diga adeus às pragas do milho

A produção brasileira de milho tem crescido e a demanda do mercado interno, em especial dos frigoríficos e produtores de etanol, tem aumentado os preços do grão, segundo o Rabobank, multinacional holandesa bancária e de serviços financeiros. São resultados positivos, que estão alinhados também com as necessidades dos países importadores do grão brasileiro.

Hoje em dia, a maior parte do milho exportado é usado para o consumo animal. Já o que fica no país, é destinado ao consumo humano, para a produção de ração e de combustível,  sendo que a estimativa para 2020, segundo a Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), é de que somente o consumo doméstico deva reter 68 milhões de toneladas do grão.

Deste modo, é imprescindível que haja investimento em tecnologias para impulsionar e colaborar cada vez mais com os números positivos alcançados pela cultura.

Um dos exemplos de boas práticas para preservar e estimular a lavoura, colaborando com o bom desenvolvimento e qualidade do grão, é o tratamento de sementes, que faz parte das estratégias de manejo eficaz.

Essa solução é considerada de extrema importância para a obtenção de uma safra produtiva, já que pode interferir diretamente no rumo da lavoura protegendo-a, desde o início, da ação de pragas como helicoverpa, percevejo-barriga-verde (Dichelops Spo.) mosca-branca (Bemisia tabaci), Coró (Diloboderus abderus), vaquinha-verde-amarela (Diabrotica speciosa), dentre outras.

Fortenza Duo: proteção abaixo e acima do solo

Existem inúmeras pragas que podem atacar o milho logo no início do seu ciclo, causando grandes danos às plantas e comprometendo, assim, o bom estabelecimento da cultura e o seu potencial produtivo.

À frente dos inimigos que podem interferir no crescimento da lavoura, Fortenza Duo tem ação eficaz e protege as sementes contra a ação de pragas iniciais abaixo e acima do solo já que, desde a realização do plantio, as plantas estão mais expostas às ameaças que cercam a cultura do milho.

Esta solução da Syngenta oferece proteção para o estande de plantas e um melhor desenvolvimento inicial da cultura, possibilitando que a lavoura cresça mais sadia e preparada para enfrentar os desafios dos estádios seguintes, proporcionando segurança ao produtor.

Combinando dois ingredientes ativos (Ciantraniliprole e Tiametoxam), o tratamento das sementes com Fortenza Duo permite explorar todo o potencial genético da planta com amplo espectro de controle de pragas e efeito residual prolongado

Buscando proteger a lavoura em qualquer situação, Fortenza Duo potencializa a proteção da biotecnologia, sendo o mais poderoso tratamento de sementes inseticida do mercado. Sua abrangência protege e maximiza o potencial produtivo e a rentabilidade da cultura no campo.

A Syngenta está junto do agricultor no combate às pragas do milho e oferece um portfólio completo para o manejo de pragas por meio de sua linha de tratamento de sementes.

Com investimento em tecnologia e inovação, a empresa tem uma posição destacada na indicação das melhores soluções de manejo. Acesse nosso site e saiba mais sobre as soluções eficazes para sua lavoura.

Syngenta e você: conectados dentro e fora do campo.

NAO TEM SEGUNDO BANNER