Skip to main content

Tratamento de sementes eficaz contra nematoides

Para evitar que esses inimigos ocultos ganhem espaço na lavoura e prejudiquem a produtividade, o uso de produtos biológicos é uma alternativa eficaz no manejo

Publicado 16-06-2021 10:36:02

Linkedin Whatsapp
Nematoides ameaçam produtividade das lavouras de soja

O ambiente de produção agrícola está cada vez mais intenso e desafiador para os produtores em razão da necessidade de empregar diversas medidas conjuntas de manejo para que a lavoura extraia o seu máximo em produtividade.

Nesse cenário, o impacto das pragas no solo, como nematoides, é um dos grandes problemas enfrentados no campo devido à dificuldade de identificação, já que esses vermes não são visíveis a olho nu e vivem no solo se alimentando das raízes.

Segundo a SBN (Sociedade Brasileira de Nematologia), os prejuízos causados por nematoides na agricultura brasileira chegam a valores de R$ 35 bilhões no ano. Na soja, por exemplo, as perdas são estimadas em R$ 16,2 bilhões, de acordo com a entidade.

Como os nematoides prejudicam a lavoura?

Os nematoides são pragas que continuam crescendo e impactando a atividade no campo todo ano, principalmente na soja, inibindo a absorção de água e nutrientes e prejudicando o desenvolvimento da planta.

Existem mais de 15 mil espécies de nematoides registrados na natureza, e cerca de 100 estão associadas à cultura da soja. Essas pragas podem ser nativas no solo ou introduzidas no local de forma direta ou indireta, através da água de irrigação, ventos fortes, mudas produzidas em substratos infectados e maquinários agrícolas.

De modo geral, os nematoides já estão presentes nas áreas de implantação das lavouras, e dificilmente conseguimos erradicá-los do solo. Dessa forma, é preciso conviver com esses vermes e manter as populações baixas, de modo a evitar o alto nível de dano econômico.

De acordo com Waldir Pereira Dias, pesquisador da Embrapa Soja, algumas práticas culturais devem ser consideradas para controlar a população de nematoides, evitando que cresçam rapidamente e causem sérios danos à lavoura

A incidência do parasita na lavoura provoca o estabelecimento deficiente do estande, o que resulta em perda de produtividade. Geralmente, os ataques acontecem em reboleiras, local em que as plantas apresentam menor crescimento e amarelecimento das folhas.

Algumas das boas práticas agrícolas essenciais para evitar que os nematoides entrem no solo são:

  • Fazer a limpeza de reservatórios e canais de irrigação;

  • Usar mudas em substratos esterilizados;

  • Higienizar corretamente maquinários e implementos agrícolas, especialmente após a utilização em áreas afetadas por nematoides;

  • Realizar a rotação de culturas.

________________________________________________________________________________________________________________________________

Nematoide do cisto da soja

(Heterodera glycines)

Nematoide do cisto da soja

É um endoparasita que atinge a soja através de infestação nas raízes. Tem um ciclo de vida que dura em torno de 21 a 23 dias, com quatro fases ou ecdises. Os sintomas do seu ataque aparecem em reboleiras, onde ocorre baixo crescimento das plantas por conta das deficiências nutricionais, ocasionando clorose, nanismo e amarelamento.

Para identificar os sintomas causados por esse tipo de nematoide, é necessário observar o sistema radicular, que fica reduzido e infestado por minúsculas fêmeas de coloração branca.

Nematoide das lesões

(Pratylenchus brachyurus)

Nematoide das lesões

O principal dano causado por esse tipo de nematoide são as lesões radiculares nas raízes das plantas. Dessa forma, a planta fica exposta para a entrada de bactérias e fungos, causando necroses e podridões.

Tem grande relevância na agricultura devido ao impacto econômico que provoca na cultura, além de estar em várias regiões produtivas do Brasil.

Nematoide das galhas

(Meloidogyne incognita)

Nematoide das galhas

O nematoide Meloidogyne é responsável por prejuízos em diversos tipos de cultura, provocando o nanismo e o murchamento que comprometem o desenvolvimento da planta.

Nas raízes em que o nematoide penetra e se alimenta, há a formação de galhas de variados tamanhos, decorrente de um crescimento atípico de células e/ou tecidos vegetais em consequência da hiperplasia tecidual e/ou hipertrofia de células. O resultado é o sistema radicular das plantas com baixa absorção de água e nutrientes.

________________________________________________________________________________________________________________________________

Os nematoides são difíceis de controlar e podem se propagar de forma drástica na lavoura. Os produtos biológicos são opções para o manejo dessas pragas: podem ser utilizados através do tratamento de sementes de soja e têm apresentado bons resultados no controle desses vermes.

Veja mais

Tratamento de sementes para controle de nematoides

O uso de produtos biológicos no tratamento de sementes de soja aumentou nos últimos anos, o que possibilitou ao agricultor a adoção do maior número possível de tecnologias para o manejo da lavoura.

Atenta aos problemas que os nematoides causam na soja, a Syngenta conta com Clariva® Sky em seu portfólio, uma solução composta por dois produtos: Clariva, um nematicida biológico, e Epivio Sky, um bioestimulante.

Clariva® Sky é a união das duas melhores tecnologias biológicas disponíveis no mercado, com efeito biológico que controla os nematoides e estimula o crescimento da soja, gerando plantas mais robustas.

A solução possibilita que a planta expresse o seu máximo potencial genético por conta de benefícios como: 

  • Sinergia de dois ativos, que traz a máxima proteção contra nematoides, inclusive o nematoide do cisto da soja;

  • Bioestimulante para acelerar o metabolismo da planta, proporcionando maior absorção de nutrientes, melhor eficiência no uso da água e sistema radicular bem desenvolvido;

  • Compatibilidade com outros produtos químicos e biológicos.

Além disso, Clariva® Sky é composto pelo agente biológico Pasteuria nishizawae, uma das quatro espécies pertencentes ao gênero Pasteuria, que são bactérias naturalmente parasitas, disseminadas no solo e formadoras de endósporos, com grande potencial de controle de nematoides.

Esse controle pode ocorrer em dois momentos:

  1. Quando o nematoide é atraído pelos exsudatos da planta hospedeira. Ele percorre o solo infestado com os endósporos da bactéria, que entram em contato com o corpo do verme e a ele ficam aderidos.

  2. Se o número de endósporos é baixo, o nematoide em fase J2 pode penetrar na raiz da planta, diferenciar-se em uma fêmea e iniciar o processo de infecção. Contudo, os endósporos aderidos ao corpo vão parasitar essa fêmea e torná-la infértil.

O resultado são plantas desenvolvidas que suportam os estresses iniciais, tornando a lavoura mais bem estabelecida e com as melhores condições de alcançar altos índices de produtividade.

Clariva® Sky: Quem usou, comprova

Produtores que investiram na tecnologia de Clariva® Sky colheram os bons resultados da sua eficácia na lavoura de soja. A sua formulação, que conta com uma avançada tecnologia, proporciona força na proteção de nematoides e estímulo para o crescimento das plantas.

No gráfico a seguir, os números mostram que o uso de Clariva® Sky em diversas regiões produtoras do Cerrado promoveu um aumento significativo no número de sacas nas lavouras.

Gráfico Clariva Sky

Os benefícios biológicos de Clariva® Sky no tratamento de sementes também foram comprovados por especialistas e por produtores do Cerrado, que, através de depoimentos, indicam a solução para o manejo da soja. Confira:

 

Na hora que os desafios aparecem, é importante escolher o manejo adequado para aumentar a sanidade da lavoura e obter mais produtividade, tomando os cuidados necessários desde o momento de escolha das sementes. Conheça o portfólio completo e robusto de produtos Syngenta, que auxiliam o produtor em todas as fases de desenvolvimento da cultura.

Quer receber mais conteúdos como esses?

Inscreva-se e fique por dentro das novidades sobre produtividade.

Canais Syngenta