Skip to main content

Tratamento de sementes industrial (TSI): o que é e qual sua importância?

Publicado 06-07-2021 13:25:25

Linkedin Whatsapp
Tratamento de sementes industrial (TSI): o que é e qual sua importância?

No agronegócio brasileiro, o setor de sementes apresenta grandes evoluções, mas entre as inovações que proporcionaram um novo patamar de produtividade, o tratamento de sementes industrial (TSI) vem representando uma estratégia crucial.

Frente às recorrentes ameaças de pragas e doenças, essa ferramenta permite maior proteção às plantas nos estágios iniciais de desenvolvimento, momento crítico em que a cultura se encontra mais vulnerável a ponto de comprometer seu crescimento.

Para atender essa necessidade, as sementes da marca NK, por meio da plataforma Seedcare da Syngenta, consegue ofertar aos seus clientes os melhores produtos ao mercado, devidamente protegidos contra diversas pragas e doenças.

Saiba como funciona o tratamento de sementes industrial (TSI) e veja como essa moderna tecnologia adotada pela NK permite a oferta das melhores sementes de milho ao mercado nacional.

Tratamento de sementes industrial (TSI): por que adotar?

No ambiente agrícola, praticamente todas as lavouras estão sujeitas a serem atacadas por pragas e doenças de diferentes tipos e que comprometem o desenvolvimento e crescimento das lavouras, principalmente em seus estágios iniciais.

Frente a essas ameaças, o tratamento de sementes industrial protege a planta nos estágios iniciais de desenvolvimento, oferecendo à planta a possibilidade de expressar seu vigor e se estabelecer com estande ideal, que vai refletir em maior produtividade. 

Neste cenário, Karime Nahass, Gerente de Produto Milho para o Brasil e Paraguai da NK, explica que o tratamento de sementes é feito dentro da indústria de sementes da companhia. 

“Temos profissionais capacitados que realizam o tratamento em máquinas desenvolvidas especificamente para esta finalidade, e com aditivos que maximizam a performance do tratamento”, diz.

Dessa forma, Karime Nahass explica que muitos serão os benefícios conquistados com o tratamento de sementes industrial:

a.    Praticidade e segurança: com essa tecnologia o agricultor não precisa fazer o tratamento das sementes no campo, isso reduz uma etapa em seu ciclo de preparação para o plantio. Além disso, reduz o manuseio de produtos na fazenda – e consequentemente a exposição de seus funcionários; 

b.    Dose certa: como o tratamento é feito por profissionais em máquinas muito modernas, o nível de assertividade da dose em cada semente é muito maior do que quando o agricultor faz o tratamento no campo (on farm);

c.    Preservação da qualidade das sementes: Karime explica que tudo que é colocado no tratamento industrial é testado antes.

“Com isso conseguimos garantir que os produtos não vão ter nenhum efeito negativo sobre o vigor e a germinação das sementes”, diz.

d.    Melhor eficácia: no tratamento industrial são usados aditivos (polímeros) que melhoram a adesão dos produtos nas sementes, evitando que se percam na forma de poeira, ou sejam lavados caso ocorram chuvas pesadas.  

Em resumo, observa-se que o TSI é feito por profissionais treinados para realizar uma aplicação respeitando as doses dos produtos, regulagens das máquinas e minimizando danos mecânicos.

O tratamento industrial das sementes NK

Para priorizar a máxima qualidade de sementes colocadas no mercado, o tratamento industrial das sementes NK é feito por meio das tecnologias da Syngenta.

“São usados os melhores produtos, capazes de proteger as plantas das mais importantes pragas e doenças iniciais, além de garantir um desenvolvimento inicial rápido e vigoroso”, salienta Karime. 

Além disso, a Gerente de Produto Milho para o Brasil e Paraguai da NK explica que todos os produtos utilizados no tratamento são testados antes no Seedcare Institute.

“Com isso conseguimos garantir a melhor qualidade da aplicação e a maior segurança para a semente colocada no mercado”

Cabe ao Seedcare Institute fazer o monitoramento constante da qualidade do tratamento, analisando amostras que são enviadas periodicamente, para garantir que a dose aplicada em cada semente está sempre dentro da faixa considerada ótima. 

Sem contar que todos os anos, são feitos treinamentos para garantir que os profissionais envolvidos no tratamento estejam devidamente preparados para realizar uma operação tão importante como essa.

“Com todos esses cuidados, o produtor terá a certeza de que estará adquirindo sementes que carregam um potencial produtivo excelente, todas perfeitamente protegidas e, portanto, capazes de expressar todo o seu potencial produtivo no campo, livres de interferências negativas durante esta fase tão crítica da lavoura, que é o seu estabelecimento”, complementa Karime.

Por fim, a gerente da NK explica que os híbridos de milho recém-lançados da marca têm a estratégia de ser 100% tratados, seja com Fortenza Duo, seja com Cruiser Turbo, de acordo com o nível de investimento deste novo híbrido.
 

NAO TEM SEGUNDO BANNER

Quer receber mais conteúdos como esses?

Inscreva-se e fique por dentro das novidades sobre produtividade.

Canais Syngenta