Skip to main content

Tratamento de sementes: o manejo para o sucesso da soja

O tratamento de sementes é uma das principais formas de promover a proteção e a segurança contra o ataque de pragas e patógenos nos estádios iniciais do cultivo

Publicado 08-10-2021 11:20:55

Linkedin Whatsapp
Lavoura de soja

Com a proximidade da nova safra de soja em diversas regiões brasileiras, o Mais Agro traz hoje informações para obtenção do máximo potencial produtivo na cultura da soja que contempla um bom estabelecimento inicial da lavoura para uma colheita de sucesso. 

Um dos fatores mais importantes para uma lavoura potente é o processo de semeadura. A utilização de sementes de boa procedência, com qualidade fisiológica, genética, sanitária e física é fundamental para o estabelecimento do estande e para o desenvolvimento de plantas saudáveis e produtivas.

Além disso, mesmo utilizando sementes com todas essas características, é necessário se atentar à ocorrência de organismos que impactam diretamente na qualidade e no desenvolvimento da cultura, como pragas, doenças e nematoides. Além de prejudicar o estabelecimento das plantas, afetam a produtividade e a rentabilidade do produtor.

Para evitar tais consequências, o produtor deve adotar como forma de manejo o tratamento de sementes, que consiste na aplicação de defensivos (inseticidas, fungicidas ou nematicidas) nas sementes. Esse processo protege a semente  nas fases iniciais de estabelecimento da cultura da soja. Assim, o TS também se justifica por oferecer proteção para as plantas em um dos momentos mais críticos, visto que qualquer interferência nessa fase pode comprometer a lavoura, afinal, as plantas são mais sensíveis no estágio inicial.

Tratamento de sementes: On Farm e industrial

O TS pode ser realizado tanto na própria fazenda, processo conhecido como On Farm, como na indústria, com o TSI (Tratamento de Sementes Industrial). Os dois processos trazem vantagens ao produtor, portanto devem ser analisados atentamente conforme sua realidade e necessidade.

Tratamento de sementes On Farm

Para muitos produtores, tratar as próprias sementes em suas fazendas é uma boa opção, tendo como principal benefício o baixo custo em relação ao feito na indústria, por utilizar equipamentos especializados. Entretanto, para o tratamento On Farm, é essencial que haja um profissional capacitado e bons equipamentos disponíveis na fazenda.

O primeiro passo é escolher produtos de boa qualidade. Para isso, algumas dicas são válidas:

  • verifique o histórico de pragas e doenças da sua região, escolhendo produtos que sejam efetivos para as mesmas;

  • atente-se se os produtos selecionados são registrados para a cultura em questão;

  • escolha produtos que já contenham inseticidas e fungicidas na formulação, assim como boa aderência na semente;

  • selecione o produto com menor toxicidade.

O produtor que opta pelo tratamento On Farm, deve se atentar às implicações decorrentes desse processo, como investimento em mão de obra qualificada e utilização de EPI’s (Equipamento de Proteção Individual) para a prevenção dos riscos de contaminação com os produtos.

Tratamento de Sementes Industrial (TSI)

O TSI é mais eficiente e seguro aos produtores, que recebem as sementes já tratadas e com cobertura homogênea: um fator imprescindível para a produtividade da lavoura. Há ainda a utilização de máquinas de alta tecnologia que proporcionam um tratamento mais brando às sementes, evitando danos mecânicos e alterações nas suas características originais. As máquinas computadorizadas são de alta tecnologia, permitindo precisão na colocação da dose correta do produto (de semente a semente), o que proporciona eficiência e otimização do tempo do produtor.

Tratamento de sementes industrial (TSI)

Além de oferecer baixo risco na operação e menor exposição dos operadores aos produtos, o produtor, ao adotar o TSI, terá um estande bem estabelecido, uniforme,  livre de pragas iniciais e plantas expressando seu máximo potencial produtivo, gerando maior rentabilidade ao produtor.

Tratamento de sementes: invista na proteção da sua lavoura

Com papel fundamental no início do desenvolvimento da soja, promove proteção contra pragas, doenças e nematoides que podem causar sérios danos na cultura, acarretando redução do estande de plantas ou até mesmo inviabilizando o cultivo.

Pragas:

No decorrer de todo o seu ciclo, a cultura da soja torna-se vulnerável ao ataque de diferentes espécies de insetos-pragas. São exemplos de pragas iniciais da soja:

  • tamanduá-da-soja (Sternechus subsignatus);

  • piolho-de-cobra ( Julus sp.);

  • coró da soja (Phyllophaga cuyabana);

  • lagarta elasmo (Elasmopalpus lignosellus);

  • larva-alfinete (Diabrotica speciosa)

Doenças:

Entre as ações de manejo, o tratamento de sementes com fungicidas é uma das mais eficazes, sendo utilizado para garantir boa emergência, evitando a ressemeadura. Entre as principais ameaças do complexo de doenças que se manifestam na cultura da soja, destacam-se as espécies do gênero:

  • Fusarium;

  • Aspergillus;

  • Cercospora;

  • Sclerotinia.

Nematoides:

Junto às doenças, os nematoides também estão entre os grandes inimigos da lavoura na redução de produtividade da soja. No Brasil, os nematoides que causam maiores danos à cultura são:

  • Nematoide-das-galhas (Meloidogyne javanica e Meloidogyne incognita);

  • Nematoide de cisto da soja (Heterodera glycines);

  • Nematoide-das-lesões  (Pratylenchus brachyurus);

  • Nematoide reniforme (Rotylenchulus reniformis).

O tratamento de sementes para o manejo de nematoides tem o objetivo de proteger as plantas contra o ataque desses vermes, permitindo o desenvolvimento saudável do sistema radicular.

TS aliado a produtos biológicos

O tratamento de sementes é uma estratégia que traz inúmeras vantagens no controle de pragas, doenças e nematoides. Atualmente, está cada vez mais sendo utilizada a técnica de inoculação de sementes com bactérias que auxiliam as plantas na fixação de nitrogênio. A inoculação de microrganismos é bastante relevante para as culturas, em especial para a soja, visto que a FBN (fixação biológica de nitrogênio) reflete um dos fundamentos da sustentabilidade do sistema de produção no Brasil e resulta em grande benefício por dispensar o uso de fertilizantes nitrogenados na cultura.

Assim, o tratamento de sementes para cultura de soja é uma prática de suma importância, pois protege o potencial produtivo da cultura. Diante disso, é evidente que tal tecnologia está para proporcionar incontestáveis conveniências ao produtor, para o manejo de pragas, doenças e nematoides, influenciando positivamente também a economia do país.

A Syngenta está ao lado do produtor rural em todos os momentos, com o objetivo de impulsionar o agronegócio brasileiro, tanto em tecnologia quanto em qualidade.

Acesse o portal da Syngenta para saber tudo sobre o que está acontecendo no campo!

Quer receber mais conteúdos como esses?

Inscreva-se e fique por dentro das novidades sobre produtividade.

Canais Syngenta