Skip to main content

Trigo: vamos pensar nas boas práticas para a nova safra?

A safra 19/20 segue para reta final com bons resultados e para ter uma nova temporada saudável e com máximo potencial produtivo, a primeira tomada de decisão está no tratamento de sementes. Saiba os impactos dessa prática para a safra futura

Publicado 02-12-2020 15:15:38

Linkedin Whatsapp
Trigo: vamos pensar nas boas práticas para a nova safra?

O trigo tem a sua origem no Oriente Médio, mas é um cereal importante nas mesas do mundo todo. Além de servir como base para a produção de produtos como cola e cosméticos, o cereal é importante na fabricação de pães, bolos, massas, cervejas, sopas e ração para animais.

A safra 19/20 do trigo está na reta final e foi muito positiva para os produtores brasileiros, com uma boa colheita e fatores que favoreceram os valores de negociação com o mercado externo, como o alto valor do dólar, a safra abaixo da expectativa na Argentina e os preços em alta em Chicago.

Para a temporada 20/21, as expectativas seguem promissoras. Segundo o boletim de grãos da Conab (Companhia do Abastecimento Nacional), mesmo com as geadas no sul do país, as perspectivas são boas, com condições de clima favoráveis para o desenvolvimento de áreas produtivas, preços elevados para a comercialização externa e uma estimativa de produção em 6.833,7 mil toneladas.

Pensando na nova safra, é preciso se atentar ao melhor manejo para o desenvolvimento saudável no campo. Antes da emergência das plantas, o investimento no tratamento de sementes é indicado para proteger a lavoura de futuros problemas ocasionados por pragas e doenças.

Tratamento de sementes: por que investir?

O primeiro momento de decisão do triticultor quando se fala em uma nova safra é a realização do tratamento de sementes. Essa técnica permite a proteção das plantas de forma preventiva contra pragas e doenças que podem comprometer o resultado final da produtividade, proporcionando a máxima eficiência das sementes.

Entre os benefícios de se investir no tratamento de sementes para uma lavoura de trigo produtiva e rentável, destacam-se:

  • estande uniforme: o tratamento de sementes proporciona um desenvolvimento saudável e pleno da lavoura;
  • germinação e vigor: extrai o máximo da potencialidade da semente, resultando em maior produtividade;
  • proteção na lavoura: um campo livre de pragas e doenças.

Conheça as tecnologias aplicadas no tratamento de sementes

A Syngenta está sempre em sintonia com as necessidades do triticultor no campo, e para proporcionar um estande uniforme e vigoroso desde o início, desenvolveu duas tecnologias de aplicação no tratamento de sementes totalmente eficazes para a proteção da lavoura:

Cruiser Opti

O inseticida sistêmico e seletivo combate as pragas iniciais da lavoura, como coró-das-pastagens (Diloboderus abderus), pão-de-galinha (Diloboderus abderus) e pulgão-verde-dos-cereais (Rhopalosiphum graminum).

Com Cruiser Opti, o tratamento de sementes é feito com uma única aplicação. Entre as vantagens do produto, destaca-se o efeito bioativador, que colabora com o desenvolvimento pleno das plantas, auxiliando na velocidade de emergência e no sistema radicular.

Spectro

O fungicida sistêmico protege as sementes também em uma única dose de doenças, como mancha-marrom (Bipolaris sorokiniana), oídio (Blumeria graminis f.sp. tritici), brusone (Pyricularia grisea) e carvão (Ustilago tritici).

A solução auxilia no desenvolvimento das plantas, incrementando a qualidade final do produto com uma boa produtividade.

Na hora de pensar na safra futura, a primeira decisão é pelo tratamento de sementes com os produtos Syngenta. Além disso, todo o ciclo da cultura pode contar com um portfólio completo de soluções que contribuem com o manejo consciente, extraindo o máximo da lavoura.

Syngenta e você: conectados dentro e fora do campo.

NAO TEM SEGUNDO BANNER

Quer receber mais conteúdos como esses?

Inscreva-se e fique por dentro das novidades sobre produtividade.

Canais Syngenta