Vegetativo

 

Os dois primeiros estádios da fase vegetativa são designados por letras, VE (Emergência) e VC (Cotilédone). Após esses períodos, os estádios são identificados por números, V1, V2, V3 e Vn, que são descritos com a contagem da quantidade de nós. A partir de V1, a fotossíntese das folhas em desenvolvimento é suficiente para a planta se sustentar.

Você sabia que muitas doenças da soja começam no estágio vegetativo?

 

Muitas doenças importantes da cultura da soja iniciam suas infecções no estádio vegetativo. Entre elas estão a antracnose, septoriose, cercosporiose e mancha-alvo, todas transmitidas por meio de sementes contaminadas ou restos de culturas. Além dessas, existem o oídio e a ferrugem. Proteger a planta nessa fase (vegetativo), e manter baixos níveis de inóculos, é essencial para um efetivo manejo das doenças.

MANEJO ADEQUADO

 

Vazio sanitário Aplicação no vegetativo
• A extensão do vazio sanitário favorece a prevenção das doenças • A aplicação de fungicidas no vegetativo reduz importantes doenças dessa fase (antracnose, septoriose, cercosporiose e mancha-alvo)
• Elimina plantas hospedeiras • Maior eficácia sobre o complexo de doenças: diminuição da severidade de mancha-alvo e antracnose
• Retarda a entrada e o estabelecimento da ferrugem • Soja mais limpa no reprodutivo
• Reduz inóculos no ambiente • Mantém as folhas do baixeiro por mais tempo
  • Garante o efetivo enchimento dos grãos
  • Reduz a severidade de doenças como a antracnose
  • Maior segurança: +8% de controle sobre a ferrugem
  • Maior produtividade: +1,7 sacas/ha

Aplicação no

vegetativo

 Para enfrentar as doenças dessa fase deve-se usar produtos com ações curativa, erradicativa e de amplo espectro.

Tecnologia

Score Flexi

Score Flexi combina dois triazóis que proporcionam um amplo espectro de controle das principais doenças, além de efeito curativo e erradicativo.

Fungicida sistêmico. Eficácia no manejo de doenças como manchas e oídio. Indicado para lavouras de soja, milho, café e algodão, além de frutas, legumes e grãos.

Saiba mais

Fungicida sistêmico. Manejo de doenças como uma série de ferrugens e manchas. Eficaz em culturas como soja, milho, café, cana-de-açúcar, algodão e trigo.

Saiba mais

Fungicida sistêmico. Produto eficiente para utilização em manejo de uma série de doenças prejudiciais à cultura de soja, entre elas mancha-parda, mancha-alvo e oídio.

Saiba mais

Fungicida sistêmico de atividade preventiva e curativa. Manejo das principais doenças da cultura da soja, como ferrugem asiática, manchas, antracnose, DFC e oídio.

Saiba mais