Skip to main content
Engeo Pleno S: choque e residual sem igual
Posicionamento de Engeo Pleno S na cultura do milho

Desempenho Superior

Confira a superioridade do portfólio de proteção de cultivos da Syngenta quando comparado com outros produtos do mercado. Os dados são obtidos por meio de testes de eficácia que utilizam diferentes metodologias e são certificados por especialistas de respeitadas universidades e institutos de pesquisa do país.

Controle de Spodoptera frugiperda com Engeo Pleno S Controle de percevejos em milho com Engeo Pleno S
Controle de Spodoptera frugiperda com Engeo Pleno S
Controle de percevejos em milho com Engeo Pleno S
Controle de tripes. Efeito de choque de Engeo Pleno S Controle de tripes. Eficácia de Engeo Pleno S
Controle de tripes. Efeito de choque de Engeo Pleno S
Controle de tripes. Eficácia de Engeo Pleno S
Controle de colonia grande
Controle de percevejo-barriga-verde com Engeo Pleno S Controle de lagarta-do-cartucho com Engeo Pleno S
Controle de percevejo-barriga-verde com Engeo Pleno S
Controle de lagarta-do-cartucho com Engeo Pleno S

Notícias

Veja as principais notícias sobre o produto

Nossos produtos

Syngenta
O portfólio mais eficaz

Para garantir uma lavoura saudável e lucrativa, a Syngenta oferece o melhor e mais completo portfólio de produtos e soluções integradas do mercado.

Videobula

Entenda em poucos minutos as recomendações para o uso correto e seguro do produto.

Bula Engeo® Pleno S

Seta

Quer receber mais conteúdos como esses?

Inscreva-se e fique por dentro das novidades sobre produtividade.

Canais Syngenta

Engeo Pleno S: Inseticida para percevejos do Milho

Quer acabar com os percevejos da sua lavoura poucas horas após a aplicação do inseticida? Com Engeo Pleno S, isso é possível! Com tecnologia que confere choque e residual ainda melhor, o produto é o mais eficiente ao ataque dessas ameaças na cultura de milho.

Os percevejos atacam as plantas, sugam a seiva e se alimentam preferencialmente de vagens e grãos, prejudicando o enchimento de grãos e resultando em perdas na produtividade e na qualidade do milho.

Entre as espécies que o produtor rural deve se atentar está o percevejo barriga-verde (Dichelops furcatus), considerado a ameaça predominante do milho em algumas regiões do Brasil.

De alto poder destrutivo, esse inseto tem o hábito de se esconder embaixo da palhada, em plantas daninhas remanescentes ou se enterrando próximo ao colmo do milho, tornando-se mais resistente ao uso de inseticidas, já que muitas vezes eles não chegam a atingir a praga.

Engeo Pleno S

Engeo Pleno S é considerado a evolução no controle de percevejos. O produto conta com a tecnologia Zeon, que protege os ingredientes ativos em microcápsulas e controla a liberação do produto de forma que ele cubra toda a superfície das plantas e fique aderido por mais tempo.

Testes comparativos entre Engeo Pleno S e concorrentes no Brasil comprovaram sua eficácia.

Entre os benefícios de Engeo Pleno S no combate aos percevejos do milho, estão:

  • Efeito de choque: oferece proteção rápida e paralisação do dano;
  • Efeito residual: controle por tempo prolongado, tanto de ninfas quanto de adultos;
  • Ação translaminar: o produto chega de forma mais eficiente até a superfície inferior da folha;
  • Amplo espectro: é eficaz no manejo de todos os tipos de percevejos;
  • nseticida sistêmico: possui os princípios ativos Tiametoxam e Lambda-cialotrina, que penetram na planta e acabam com os insetos em duas horas de aplicação.

A aplicação correta do produto também é parte do processo para se obter os melhores resultados. É recomendado seu uso no início da manhã ou no final da tarde, quando as temperaturas são mais amenas, para aumentar a chance de proteção da sua lavoura contra as pragas sugadoras e mastigadoras.

Outras boas práticas para o combate aos percevejos são:

  • Amostragem: realizar amostragens durante todo o ciclo da cultura e avaliar a população e os danos causados, realizando o controle quando elas atingirem os níveis de ação (NA);
  • Monitoramento: iniciar o monitoramento na cultura prévia e na palhada, e realizar o controle, quando necessário;
  • Temperatura e umidade: aplicar com temperaturas baixas (abaixo de 30ºC) e boa umidade relativa do ar (acima de 55%);
  • Planejamento da calda: planejar a calda de aplicação para reduzir o risco de deriva;
  • Aplicação sem orvalho: não aplicar com presença de orvalho.

A Syngenta possui um amplo portfólio com fungicidas, herbicidas e inseticidas que combatem inúmeras doenças, plantas daninhas e pragas do milho para extrair o máximo da sua lavoura.