6 motivos para investir em agricultura de precisão no plantio da cana

04/10/2018 18:13:54

Atualizado:

04/10/2018 18:14:57

 

Com o objetivo de produzir mais, com mais inteligência e gastando menos recursos, a agricultura de precisão (AP) pode se tornar grande aliada dos produtores do setor sucroalcooleiro.

O cenário ainda é discreto, considerando que, dos 63 milhões de toneladas de cana fornecidos pela região Centro-Sul do país, apenas 9 são gerenciados por agricultura de precisão. Mas, os bons resultados podem ser estimulantes para que o números de adeptos cresça e, consequentemente, o lucro gerado também aumente, graças a tecnologias e softwares já disponíveis no mercado.

Veja alguns motivos para investir em AP na cultura da cana!

1. Otimiza processos

Com o uso da agricultura de precisão, os produtores de cana terão redução nos custos de todo o processo produtivo e, consequentemente, o aumento da produtividade. Isso porque, atualmente, há softwares capazes de monitorar boa parte do processo, como aqueles voltados para o manejo de pragas, por exemplo. Além disso, a tecnologia profissionaliza a gestão, deixando os processos otimizados, reduzindo desperdícios e custos!

2. Melhora o desempenho

O estudo de diferentes tipos de solos distribuídos na propriedade permite identificar e relacionar quais variedades de cana têm melhor comportamento naquelas condições. Como não é possível mudar o tipo de solo, resta realizar um bom diagnóstico e selecionar variedades de plantas com melhor desempenho na área a ser trabalhada.

3. Reduz o gasto com insumos

Com a análise do solo realizada de forma correta e aplicação dos fertilizantes e corretivos nas áreas de maior potencial produtivo, o resultado é certo: reduzem-se os custos com insumos e eleva-se a produtividade da lavoura. É bom lembrar que, ao monitorar pragas e fazer a aplicação localizada - apenas onde for necessário - o uso de defensivos é mais preciso, eficaz e econômico!

4. Melhora o aproveitamento da água

Com a coleta de dados do solo, o direcionamento de água fica mais assertivo, evitando gastos desnecessários. É possível acompanhar as áreas irrigadas e melhorar os trabalhos dos equipamentos de irrigação.

5. Otimiza as frotas

Tendo conhecimento dos talhões e da área a ser trabalhada, as máquinas podem trabalhar direcionadas a um local específico, reduzindo o gasto de combustíveis e aumentando o tempo hábil de operação. Além disso, a AP ajuda até no transbordo da cana: sabendo exatamente a hora certa de entrar com este processo, você evita desperdícios, como gastos com máquina parada ou combustível.

6. Reduz a perda na colheita

Perder parte da safra é a grande dor de cabeça do produtor. Para evitar prejuízos maiores neste processo, vale investir na tecnologia. Assim, você faz o monitoramento de perdas na colheita e identifica o motivo dessa perda para, assim, entrar com a solução certa. Assim, as chances de perdas maiores no futuro serão mínimas.

Veja também:

+8 fatores para melhor controle da broca-da-cana

+Maturadores multiplicam lucros da cana nas regiões Norte e Nordeste

+Produtores de cana ganham R$ 25 para cada R$ 1 investido

VEJA MAIS

VÍDEOS

Há diversos temas essenciais à produtividade agrícola, entre eles o controle de pragas, doenças e daninhas, a eficiência de produtos e o tratamento de sementes industrial. A Syngenta preparou uma série de vídeos sobre variados assuntos e também ouviu pessoas que trabalham no campo e especialistas. Veja ao lado um conjunto desses vídeos. Boa navegação!