Entenda por que o tratamento de sementes industrial é a escolha mais vantajosa

Dosagens precisas e uniformidade da cobertura das sementes são alguns fatores que tornam esse procedimento superior ao on farm. Veja outros benefícios

28/02/2019 09:58:13

Atualizado:

28/02/2019 11:18:28

Entre as inovações que proporcionaram um novo patamar de produtividade para o agronegócio, o tratamento de sementes industrial (TSI) é uma estratégia crucial. Frente à ameaça de pragas e doenças, essa ferramenta protege a planta nos estágios iniciais de desenvolvimento, momento crítico em que a cultura se encontra mais vulnerável às doenças e pragas que podem comprometer seu crescimento.

“O principal benefício do tratamento é proteger as sementes das pragas, doenças e nematóides, oferecendo à planta a possibilidade de expressar seu vigor e se estabelecer com estande ideal, que vai refletir em produtividade”, explica Adhemar Oliveira, gerente do Seedcare Institute da Syngenta.

Existem dois tipos de tratamento de sementes, o industrial (TSI) e o on farm, realizado na própria fazenda pelo produtor. “O Tratamento de Sementes Industrial é mais eficiente e seguro”, afirma Adhemar. Realizado de acordo com padrões técnicos, o processo industrial proporciona uma cobertura uniforme em todos os sentidos nas sementes, fundamental para os ganhos em produtividade.

“O TSI é feito por profissionais treinados para realizar uma aplicação respeitando as doses dos produtos, regulagens das máquinas e minimizando danos mecânicos. Isso propicia uma distribuição uniforme do produto na semente”, destaca o especialista.

Além da qualidade e conveniência das sementes tratadas industrialmente, é importante reforçar que a operação do on farm pode oferecer riscos ao aplicador, ao meio ambiente e à cultura. A sub ou superdosagem atrapalha o controle de pragas ou o desenvolvimento normal das plantas, podendo potencialmente aumentar a resistência das pragas aos produtos de TS.

O principal argumento dos produtores que optam pelo tratamento on farm é o custo, porém este não é único ponto que deve ser analisado. Isso porque o investimento em TSI proporciona ganhos em produtividade. Segundo estudos acadêmicos, a semente tratada de forma homogênea e individualizada pode resultar em um aumento de 3 a 5 sacas quando comparado àquela tratada na fazenda.

“O custo do tratamento de sementes não chega a 3% do custo total da lavoura, e a diferença entre o custo do on farm e TSI é menos que um saco de soja, é muito pouco para correr o risco de perder qualidade do bem maior que o agricultor tem, que é a semente de qualidade”, enfatiza Adhemar. Pesquisas realizadas em amostras coletadas no campo também reforçam que há erros de dosagem, para mais ou para menos, em 50% das sementes. “Isso reflete diretamente no desenvolvimento, qualidade, produtividade e rentabilidade do plantio”, conclui.

A inoculação é outro diferencial. Quando é feito o tratamento com inoculante na fazenda é comum ocorrer a perda de qualidade e diminuição da proteção das sementes. A Syngenta, junto com o parceiro  RIZOBACTER, disponibiliza o Rizoliq, a melhor tecnologia em inoculação (inoculação longa vida) do mercado nacional. É o único produto com até 60 dias de pré-inoculação com registro no MAPA, oferecendo segurança ao produtor.

Leia mais:

Tratamento de sementes garante ganhos de produtividade

Fortenza Duo é o mais poderoso tratamento de sementes

LEIA MAIS

NOTÍCIAS

Vários temas são fundamentais para a manutenção da produtividade agrícola. Entre eles, o manejo de pragas, doenças e daninhas e a eficiência de produtos. O Portal Syngenta prepara, constantemente, conteúdos jornalísticos realizados a partir de fontes de informação como engenheiros agrônomos e produtores rurais. Veja ao lado uma seleção dessas reportagens. Boa navegação!